Bastidores da Política - Covid ajudou a esconder o lado cínico e debochado das pessoas


Covid ajudou a esconder o lado cínico e debochado das pessoas

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

03/12/2020 20h50 — em Bastidores da Política

  • Que importa se a pandemia avança - nenhum candidato à Prefeitura de Manaus falou em combater a Covid. Falaram em hospitais, mas não em vacinas. A doença também tem servido para as pessoas esconderem o seu lado cínico e debochado - a máscara invisível que já usavam agora criou forma bem natural: cobre todo o rosto...

Foram 244 mortes por Covid contabilizadas em novembro no Amazonas. Nada  que faça soar o alarme  em uma população descuidada, mal informada e anestesiada.  Bolhas  de um vírus que se adaptou ao clima tropical estouram dia após dia, enquanto os sinais  amarelo e vermelho se alternam no mapa da pandemia.

Se os hospitais não superlotaram desta vez, o espaço para enterros diminuiu drasticamente nos cemitérios públicos.  

A preocupação já não é com a doença - ninguém liga mesmo - mas como e onde enterrar os mortos. A possibilidade de construir um crematório não evoluiu, pelos custos que representa e pela resistência dos amazonenses que ainda acham que os mortos  têm que voltar à Terra, o grande animal que se alimenta  de corpos para multiplicar a variedade de vidas que gera. 

Que importa se a pandemia avança - nenhum candidato à Prefeitura de Manaus falou em combater a Covid.  Falaram em hospitais, mas não em vacinas. 

A doença também tem servido  para  as pessoas   esconderem o seu  lado  cínico e debochado - a máscara invisível que já usavam  agora criou forma bem natural:  cobre todo o rosto. Ninguém  precisa   fingir.  Ninguém precisa mais abraçar quem não se gosta, nem apertar as mãos.  Usa-se os punhos..

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.