A BR 319, os meninos perdidos e a Terra do Nunca

Por Raimundo Holanda

04/10/2020 21h00 — em Bastidores da Política

O deputado Marcelo Ramos veio a público dizer o que os outros parlamentares da bancada do Amazonas não viram ou não quiseram compartilhar com a população:  o Trecho do Meio, de cerca de 400 quilômetros da BR 319 não será asfaltado. O DNIT fará, via empresas contratadas para o serviço, uma intervenção tipo tapa-buraco no local.  

O trecho possui uma das maiores reservas de vida silvestre da Amazônia - onça, paca, tatu, veado, cutia, macaco… A lista é enorme. Poderia ser chamado de Terra do Nunca - nunca será asfaltado, nunca se dirá a verdade sobre as ações do governo ali,  nunca  estará 100 por cento trafegável no inverno amazônico. 

Numa alusão ao  livro “Peter Pan”. do escritor  escocês J. M. Barrie, poderíamos dizer que há uma relação entre a história que ele conta e a Terra do Meio -  são os meninos perdidos, que não guerreiam com o Capitão. Aqui eles são políticos,  meninos igualmente perdidos, mas a guerra deles é outra:  são aliados de GanchoBolsonaro e o que ele fizer, nem que seja tapar um buraco na Terra do Meio, tá bom.

É preciso que apareça um Peter Pan para enfrentar  o Capitão e colocar os meninos perdidos na trilha e na guerra certa.

O AMIGO DE TOFFOLI

O ministro Dias Toffoli, do STF, explicou a presença do presidente Bolsonaro em sua casa, no final de semana: “Foi uma visita de amigo”. Alguém precisa dizer ao ministro que Bolsonaro não é amigo de ninguém.