Paulo Betti diz que foi infeliz ao comparar jogador do Palmeiras a goleiro Bruno

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

29/11/2021 11h04 — em Arte e Cultura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Paulo Betti, 69, pediu desculpas ao goleio Weverton do Palmeiras após criticar a reza do atleta antes e depois do título da Libertadores e o comparar ao goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio a mais de 20 anos de prisão.

Pelo Twitter, Betti publicou uma mensagem, já apagada por ele, que dizia que o discurso do goleiro do Palmeiras depois do jogo, o que ele chamou de 'falação sobre Deus', teria sido fora de propósito, já que o momento seria de celebração.

Na sequência, fez a afirmação que gerou toda a polêmica. "Aquela cena dele rezando antes de começar o jogo me fez lembrar do goleiro Bruno, que rezava no Maraca e depois ia matar a moça e jogar para os cães. Explica muito o Brasil", postou.

Procurado pelo F5, Paulo Betti, por telefone, deu a sua versão e diz que foi infeliz. "Queria me desculpar com ele [Weverton], foi uma postagem infeliz. Peço desculpas a todos que se ofenderam, não queria ofender ninguém. Respeito muito a sua fé", começou.

Segundo o ator, ele tem se desculpado pessoalmente com todos que chegam nele para falar sobre como o discurso no Twitter foi ruim. E completa: "Quero cumprimentar o goleiro pelo título. É melhor reconhecer [quando erramos]. Fui infeliz. Peço mais uma vez 1.000 desculpas", finalizou.

A declaração não pegou bem nas redes sociais e o nome de Paulo Betti foi alçado a um dos assuntos mais comentados. A mensagem foi repercutida por muitas contas do Instagram.

Weverton comemorou a vitória sobre o Flamengo agradecendo a Deus. "Hoje, diante de tanta adversidade, Deus nos agraciou para que não fique dúvida de quanto ele bom e nos colocou na história de um gigante. Não é fácil vencer duas Libertadores, estamos felizes por tudo", disse.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Arte e Cultura