Assistente de direção diz que não fez inspeção completa na arma antes de entregá-la a Alec Baldwin

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/10/2021 17h07 — em Arte e Cultura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor assistente do longa-metragem "Rust", Dave Halls, disse a um investigador que não verificou todos os cartuchos da arma que entregou a Alec Baldwin, como deveria ter feito, antes de ele atirar acidentalmente na diretora de fotografia do filme.

Segundo o jornal The New York Times, Halls contou o fato em um depoimento divulgado nesta quarta-feira (27). O diretor assistente ainda disse que a armeira do filme, Hannah Gutierrez-Reed, chegou a abrir a arma para ele inspecionar, mas ele não realizou o procedimento completo.

"Ele aconselhou que deveria ter verificado todos eles, mas não o fez, e não conseguia se lembrar se ela girou o tambor", diz a declaração. Halls afirma que se lembra de ter visto apenas três cartuchos, segundo o jornal.

Foi Halls quem entregou a arma de fogo a Baldwin durante os ensaios no set de uma igreja e afirmou ser uma arma fria, dizem os documentos do tribunal. Na ocasião, Baldwin começou a ensaiar uma cena que envolvia um "saque cruzado" do revólver e apontá-lo para as lentes da câmera, de acordo com o depoimento, foi quando a arma disparou.

O acidente aconteceu na última quinta-feira (21), e deixou a diretora de fotografia do filme, Halyna Hutchins, 42, morta e seu diretor, Joel Souza, 48, ferido. Em entrevista coletiva, também realizada nesta quarta-feira (27), Adan Mendoza, xerife do condado de Santa Fé, afirmou que foram coletadas cerca de 500 balas no set, "uma mistura de cartuchos vazios, falsos e reais".

"Vamos determinar como [essa munição real] entrou no set, por que estava lá", disse o xerife. Outras três armas de fogo, além de peças de roupas e acessórios também foram coletados e encaminhados para um laboratório criminal em Virgínia para análise.

Halls já trabalhou em filmes como "Fargo" e "Matrix Reloaded", e vem sendo alvo de reclamações de vários profissionais de cinema ao longo dos anos. A maioria das queixas gira em torno de sua falta de consideração pelos protocolos de segurança e comportamento no set.

O filme que está sendo gravado no Novo México teve pelo menos dois disparos acidentais de armas poucos dias antes do tiro fatal, diz o jornal. Halls foi demitido do set de um filme anterior, "Caminho da Liberdade", em 2019, depois que uma arma disparou inesperadamente, causando um ferimento leve a um membro da equipe, disse a produtora Rocket Soul Studios em um comunicado na segunda-feira (25).


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Arte e Cultura