Siga o Portal do Holanda

Cinema

'Pets 2' aborda medos dos animais de estimação e traz Dani Calabresa e Luís Miranda na dublagem

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Max, Gigi, Bola de Neve e Duke voltam às telas para uma nova aventura. Na animação infantil "Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2", que estreia nesta quinta-feira (27), os animais mostram ainda mais seus medos e preocupações, além da relação afetiva que têm com as crianças.

No primeiro filme, lançado em 2016, os bichos se reúnem para resgatar Max (voz de Danton Mello) e seu novo companheiro de quarto, Duke (Tiago Abravanel), que estão na mira da carrocinha. Agora, com a dona de Max tendo um novo namorado e um bebê, que a princípio incomoda o cão, os personagens se dividem. 

Max e Duke viajam com a família e vivem uma aventura no campo, explorando o lado paternal e aprendendo a lidar com animais que não conheciam até então. Já Bola de Neve (Luís Miranda) tem o desafio de libertar um tigre de um circo que explora animais, rendendo cenas hilárias.

A cachorrinha Gigi (Tatá Werneck), por sua vez, assume o papel de mãe e enfrenta gatos assombrosos para tentar resgatar o brinquedo favorito de Max, enquanto ele está fora. Tudo isso embalado em um cenário colorido que alterna entre o distrito de Manhattan, em Nova York, e uma fazenda de interior norte-americano.

A equipe da animação é a mesma de "O Grinch" (2018), "Minions" (2015) e "Meu Malvado Favorito" (2010). O ator Luís Miranda afirma que houve uma evolução muito grande de seu personagem do primeiro para o segundo longa. 

"Bola de Neve, por exemplo, sofre um desenvolvimento de caráter e de personalidade, porque ele era um justiceiro fora da lei, que tinha sua gangue no bueiro indo contra todos os pets que aceitam ser domesticados. Agora, ele está adaptado à vida de pet com uma dona que o ama, e decide ser justiceiro de pets."

 

Na façanha, Bola da Neve conta com a ajuda de uma nova integrante do grupo, a cachorrinha Shih-tzu Daisy. A dublagem da personagem é de Dani Calabresa, que diz que o trabalho foi "um desafio divertido". "É bem diferente de atuar. A gente pode até interpretar na cabine, mas só vale a nossa voz. Admiro muito mais os dubladores hoje", diz Calabresa. "A animação é feita para os dubladores norte-americanos, então é difícil para os outros países. Mas assistir ao resultado é mágico."

A atriz afirma que se sente essencialmente parecida com sua personagem, mas que precisou adaptar algumas de suas partes. Miranda se inclui, dizendo que mudou piadas e até onomatopeias de seu personagem, para que fizessem mais sentido para os brasileiros.

Depois da experiência, Calabresa lamenta não ter animais de estimação em casa por ser asmática, mas mesmo assim faz um alerta sobre a adoção: "Tem que ter um preparo, porque o animal é um membro da família. Não é um brinquedo ou uma coisa temporária que você vai dar para o seu filho, e que ele pode enjoar. Muita gente abandona porque dá trabalho."

"Desde o primeiro filme temos isso, de mostrar como os animais têm uma alma, uma relação forte como o ser humano, e como é imprescindível essa campanha de não maltratar o pet", diz Miranda, que tem dois cachorros e três tartarugas em casa. "Sempre gostei muito de animais, mas hoje olho para eles e acho que eles estão conversando pelas minhas costas", brinca.

O ator também faz um alerta: ao final do filme, não deixe a sala do cinema antes que as luzes se acendam. Assim que a animação termina, vídeos de pets reais fazendo "fofices" são exibidos, incluindo vários clipes brasileiros que viralizaram nas redes por aqui.

Miranda garante que mesmo os pais poderão gostar muito do filme, que tem uma história compreensível mesmo para aqueles que não assistiram ao primeiro "Pets". O ator afirma que também gosta de desenhos animados "porque nos faz voltar para a infância".

"O filme propõe um diálogo sensorial e fala sobre como a criança trata e maltrata animais, mas, ao mesmo tempo, como o animal pega amor por isso. A gente vive em um momento absurdo, no qual se pensa em liberar caça de animais silvestres. É importante pensar nesses valores de humanidade e de respeito à vida. A gente pode pensar num animal como pensa num ser humano."

Calabresa completa: "É um filme para todas as idades, que tem comédia e uma mensagem linda de amizade e amor, além de abordar a questão do cuidado com os animais".



“PETS: A VIDA SECRETA DOS BICHOS 2"

Quando: Estreia 27 de junho

Classificação: Livre

Elenco: Danton Mello, Tiago Abravanel, Dani Calabresa

Direção: Chris Renaud     

Caso da busca na casa de Igor e Paola Valeiko: Promotor errou, mas juiz errou mais

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.