Zuckerberg perde fortuna, após sofrer boicote da Coca-cola e Unilever

Por Portal do Holanda

28/06/2020 12h26 — em Mundo

Foto: Divulgação

Mark Zuckerberg viu seu patrimônio sofrer uma perda de R$ 39,4 milhões depois que a Coca-Cola, a Unilever e outros anunciantes se articularam para boicotar o Facebook por não controlar discursos de ódios em sua plataforma. As gigantes suspenderam os investimentos na rede social para pressionar o empresário a adotar medidas de combate aos conteúdos publicados por seus usuários.

A atitude foi seguida por outros anunciantes causando o prejuízo colossal nas finanças. A Univeler se pronunciou e disse que investir no Facebook em meio a tantos discursos de ódio “acrescentaria valor às pessoas e à sociedade” e completou dizendo que é “preciso haver mais fiscalização nessa área”.

A Coca-Cola, por sua vez, ousou e disse que vai suspender os gastos com publicidade na ferramenta por 30 dias, como também vai abandonar os investimentos em outros aplicativos como Instagram, Twitter, Youtube e Snap.

Em comunicado, a empresa foi dura e direta: “Não há espaço para racismo no mundo e nas redes sociais”.

Após o boicote, Mark decretou que a partir de agora o app começará a marcar postagem de conteúdo político e similares que promovam conflitos e abusos contra minorias, mas garante que a decisão já estava em pauta e não foi motivada pela cobranças dos anunciantes.

Um relatório divulgado por investidores mostra que dos R$ 96,9 bilhões faturados pelo Facebook nos últimos três meses, R$ 95,3% são frutos de publicidade na rede, ou seja, os anunciantes sustentariam direta e efetivamente a plataforma.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo