Cachorros urinando sangue e cães mortos em freezer são encontrados em casa de ex-presidente de ONG

Por Portal do Holanda

28/03/2020 9h40 — em Policial

Foto: Divulgação

Uma investigação foi aberta pela Polícia Civil para apurar a suspeita de maus-tratos a animais que vivem em um imóvel em Niterói, no Rio de Janeiro, na casa que pertencia à antiga presidente da Suipa (Sociedade União Internacional Protetora dos Animais). Ela morreu em 2016 e deixou o imóvel para a ONG. 

Segundo as denúncias, viveriam ali cachorros em situação de maus-tratos, urinando sangue e há vários dias sem comida ou água, além de cães mortos acumulados no freezer da casa. Havia também uma arara e um macaco.  Conforme a agência O Globo, um inquérito foi aberto após as denúncias, mas quando a polícia foi ao local, tudo estava limpo. O policial descobriu que a limpeza havia sido feita na véspera. 

A denunciante, presidente de uma ONG de proteção animal, também apresentou notícia-crime na Justiça e informou que ao entrar em contato com um funcionário da Suipa, ele informou que os animais ficam sem comida porque a ração fica trancada dentro de um cômodo, e que a limpeza não é frequente, por isso eles ficam entre as próprias fezes e urina. 

Em resposta ao jornal Extra, Marcelo Marques, atual presidente da Suipa, negou as denúncias e alegou que ainda mantém uma equipe da ONG no local. " Ali não é uma unidade da Suipa, mas sim a casa da antiga presidente. No falecimento dela, a Suipa passou a cuidar desses animais. O que está acontecendo é que um funcionário que não está satisfeito com algumas regras resolveu denúncias. A Suipa está funcionando há 77 anos, cuidando dos animais, e nada disso procede", afirmou, apesar das fotos que mostram a situação degradante em que os animais são deixados.

"Os envolvidos devem ser ouvidos nos próximos dias. É uma questão de saúde pública", afirmou o delegado Bruno Gilaberte, que disse que todos os envolvidos serão chamados a prestar depoimento.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial