Carga de madeira da Amazônia apreendida pelo Ibama é doada a moradores

Por Portal do Holanda

08/01/2021 16h31 — em Amazônia

Foto: Pixabay / A Madeira Angelim Pedra é aplicada principalmente no ramo da construção civil e confecção de móveis.

Uma carga de Angelim Pedra (Hymenolobium Petraeum), madeira pega na Amazônia, com cerca de 57 metros cúbicos que estavam na carroceria de uma carreta e que tinha como destino o estado do Espírito Santo, foi apreendida na manhã de ontem (7), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-381, imediações de Sabará, e repassado ao Ibama, que foi chamado ao local, devido a irregularidades na nota fiscal.

Patrulheiros deram ordem para que o motorista encostasse e ao analisarem a carga e a nota, desconfiaram do material e também que a nota era fria. Estava em desacordo com o Documento de Origem Florestal (DOF), esse Documento deve acompanhar a carga durante todo o seu transporte e registrar fielmente todas as características da madeira, principalmente relativas ao volume e espécies transportadas.

Com a confirmação da falta de conformidade da carga em relação ao documento, ficou claro que a madeira foi extraída ilegalmente, contribuindo para o aumento do desmatamento na Amazônia. Então a carga foi apreendida pelo Ibama, que doou à prefeitura de Sabará-MG, onde aconteceu o flagrante.

A legislação diz que o órgão federal pode fazer a doação breve de bens apreendidos utilizados na prática de ilícitos ambientais, desde que se tratem de bens perecíveis, como forma de propiciar a sua utilização pela sociedade. Esses bens, no caso o Angelim Pedra, não podem ser comercializados ou transferidos a terceiros, cabendo aos órgãos de controle da Prefeitura Municipal fiscalizar a utilização adequada da carga de madeira doada.

A madeira é utilizada, principalmente, na montagem de portas, janelas, mesas, forros, assoalhos, partes secundárias das estruturas, ripas e móveis. O Angelim Pedra resiste por décadas.


+ Amazônia