Tribunal de Contas prepara servidores para a aposentadoria

Por Portal do Holanda

24/11/2014 23h42 — em Amazonas

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas   encerrou  a maratona de formação do ano de 2014 do Programa de Preparação para Aposentadoria (PPA) "Eterno Aprendiz" com a certificação dos participantes em solenidade no auditório do órgão..

 

O PPA, que tem parceria de órgãos dos poderes Executivo municipal e estadual, da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM), é um programa criado pelo TCE que tem a finalidade de proporcionar aos servidores pré-aposentados uma programação voltada aos aspectos emocional e social, englobando as abordagens cidadania, desenvolvimento e plano de futuro, visando minimizar as consequências do processo de aposentadoria.

 

O evento iniciou com a apresentação do artista Zezinho Corrêa e da indígena Djuena Tikuna, ambos cantando o Hino Nacional. Logo após, o presidente da corte, conselheiro Josué Filho, recebeu os convidados frisando a importância do programa para os que estão se preparando para aposentadoria. “O que é que se busca? Antes de entrar no ócio da aposentadoria, espero que haja uma preparação para essa nova vida. Porque, no levantamento, nós temos um pouco mais de 7% de idosos. E quando você para, você se sente desocupado, ou seja, como água parada. E nos estudos isso levou uma série de conclusões perversas, como, por exemplo, à tristeza e à solidão. O PPA visa nós darmos uma ocupação, um sentimento de utilidade e até sugerir um nome para essa eterna mocidade”, destacou o presidente.

 

O diretor superintendente do Sebrae, Nelson Luiz Gomes da Rocha, também endossou as palavras do conselheiro presidente. “Em 2011, nós tínhamos 11 municípios com a Lei Geral regulamentada, hoje nós estamos com 58 municípios com a Lei. A partir do momento em que o TCE abraçou essa causa e usou da sua diligência para abranger os municípios, começou a perceber a ausência da regulamentação da lei e colocar isso nos seus relatórios. É importante vocês perceberem que quando o Tribunal, governo e prefeitura, faz um desenho dessa natureza apoiado pelo Sebrae, ele está de certa forma colocando para vocês a importância dos senhores nas contas públicas, de vocês se tornarem fornecedores do poder público. É um mercado importante. Em 2006, quando surgiu a Lei de micro e pequenas empresas o governo comprava apenas 2 bilhões dos pequenos empresários, hoje já passa dos R$ 20 bilhões, apenas com as atitudes de políticas públicas”, afirmou.

 

Ainda na cerimônia foram entregues os certificados de conclusão do PPA para os participantes, o descerramento da placa,  a premiação do Projeto Empreendedor e a entrega da Carta de Intenção ao governador solicitando a transformação do Programa em uma Política de Governo. Houve ainda a palestra “Decida você como e quanto viver”, da psicóloga de Brasília,Elda Barrozo; a exibição da peça “Aposentadoria: Perspectivas, antes e depois”; e para finalizar, um coquetel na área externa do prédio anexo do órgão.