TJAM inicia campanha Novembro Azul

Por Portal do Holanda

03/11/2014 15h18 — em Amazonas

Após o sucesso do Outubro Rosa, o Tribunal de Justiça do Amazonas também aderiu ao Novembro Azul, mês dedicado ao Combate ao Câncer de Próstata. A abertura da campanha no Poder Judiciário do Estado, foi realizada nesta segunda-feira no hall da sede do TJAM e contou com a presença da presidente do tribunal, desembargadora Graça Figueiredo.

“Estou com a incumbência de conclamar os homens a participarem desta campanha que foi organizada com muito carinho pelo TJAM, para o que eles passem a se preocupar com a saúde, que se cuidem”, disse. A desembargadora Graça Figueiredo ressaltou, ainda, a importância da campanha. “As mulheres são mais cuidadosas com a saúde. Realizam exames de rotina, diferentemente dos homens. Por termos uma fisiologia diferente existe essa preocupação maior. E temos a função de incentivarmos nossos amigos, companheiros e familiares da importância desse exame, que todos precisam se cuidar”.

A presidente adiantou que na quarta-feira, às 13h, no auditório Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro, localizado no Centro Administrativo Desembargador José de Jesus Ferreira Lopes, haverá uma palestra com o médico urologista Anoar Samad com o tema “A descoberta precoce é a melhor maneira de aumentar a possibilidade de cura do câncer de próstata”.

“O doutor Anoar irá falar desse malfadado câncer que tem levado tantos homens da nossa convivência. Assim como o câncer uterino e de mama, ele é traiçoeiro e silencioso. Quando aparece já é tarde”, destacou a presidente.

Graça desejou que a campanha tenha o mesmo êxito do Outubro Rosa, e reafirmou a participação das mulheres na ação. “Espero que todos possam assistir a palestra do doutor Anoar, para que as mulheres possam ficar por dentro do assunto e lutar para que todos façam exames regularmente. Sei como é complicado, mas espero que todos procurarem se integrar com a programação”.

 

Números

Ainda na solenidade de abertura, Fernanda Coelho, diretora da Divisão de Serviço Social, alertou os serventuários de que o Instituto Nacional do Câncer aponta um crescimento de 68 mil novos casos de câncer de próstata somente no Brasil. “O câncer de próstata mata mais do que o de mama, e o segundo que mata mais homens, perdendo apenas para o de pulmão. Essa luta é de todos nós. Temos que ajudar a driblar o preconceito que existe, independentemente de gênero”, orientou.

Logo após a abertura, a presidente do TJAM junto com os desembargadores e serventuários foram até a frente do edifício Arnoldo Péres para dar um abraço simbólico no prédio. A presidente salientou, também, o interesse em deixar o edifício Arnoldo Peres e o Fórum Henoch Reis iluminados de azul, cor símbolo da campanha.