Reabertura do Hospital Nilton Lins deve ocorrer em 72 horas

Por Portal do Holanda

10/01/2021 13h45 — em Amazonas

Leitos do hospital Nilton Lins - Foto: Diego Peres/Secom

Manaus/AM - O Hospital Nilton Lins deve começar a operar em 72 horas, com a oferta inicial de 81 leitos clínicos e 22 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para atendimento a pacientes com Covid-19, anunciou o governador Wilson Lima, neste domingo (10). 

"Nesse domingo, o nosso pessoal continua trabalhando, abastecendo farmácia, montando os leitos, e nossas forças estão todas concentradas para que a gente possa abrir mais espaços e expandir a nossa rede de assistência. Aqui, nós estamos abrindo inicialmente 81 leitos de enfermaria e mais 22 leitos de UTI, e a nossa previsão é que esses leitos estejam disponíveis nas próximas 72h. Nós estamos fazendo uma força-tarefa para que isso aqui esteja pronto para atender os nossos irmãos que estão sendo acometidos pela Covid", afirmou o governador Wilson Lima, que também destacou o apoio de órgãos e da iniciativa privada nessa força-tarefa. 

Chamamento Público - A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), junto com o Centro de Serviços Compartilhados (CSC-AM), lançou, no sábado (09), o chamamento público para realização de Dispensa de Licitação, com o intuito de contratar empresas interessadas em prestar serviços para o Estado, no Hospital Nilton Lins, na zona centro-sul de Manaus.

Recrutamento de profissionais - A SES-AM iniciou o recrutamento de profissionais para o reforço da rede assistencial de saúde pública do Amazonas. Para o Hospital Nilton Lins, devem atuar cerca de 440 profissionais, entre enfermeiros e médicos intensivistas, clínicos gerais, fisioterapeutas, farmacêuticos, técnicos de enfermagem e técnicos da área administrativa. 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas