Professores de 59 municípios do Amazonas terão acesso a 4.360 vagas em cursos de pós-graduação

Por

02/07/2014 7h11 — em Amazonas

Professores da rede pública de ensino de 59 municípios do Amazonas terão a oportunidade de participar de curso de pós-graduação oferecido pelo Governo do Estado, como parte da política de valorização do magistério. O edital com os critérios de seleção para as vagas foi lançado  no fim da tarde desta  terça-feira,  1º de julho, pelo governador José Melo, na sede do Governo, no bairro Compensa II, zona oeste. A solenidade contou com a presença do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

 

Na ocasião, foi lançado outro edital, também na área de educação, com 700 vagas para alunos egressos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

 
A ação tem a coordenação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e os cursos são executados pela UEA. No interior, estão sendo oferecidas 4.360 vagas, de forma inédita e gratuita, para cursos de Especialização em “Metodologia do Ensino em Língua Portuguesa”, “Metodologia do Ensino em Matemática” e “Gestão do Currículo e Desenvolvimento de Práticas Pedagógicas”, todos na modalidade presencial mediado por tecnologia.

 

José Melo destacou que a educação é  política permanente de Governo e visa para melhorar a vida da população.  "Há quatro anos temos implantado políticas públicas de educação. Aproveitamos toda a estrutura da UEA e do Centro de Mídia e estamos oferecendo vagas para que os professores dos municípios do Amazonas possam fazer esses cursos. Somando essas vagas com as que já estão em andamento (3.300 em Manaus, Tabatinga e Parintins), temos aí mais de 7.500 professores que, a partir de agora, estarão na sala de aula, o que garantirá uma melhor qualificação a eles e a melhoria da educação no nosso Estado”, disse.

 

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, a oferta gratuita do curso de pós-graduação pelo Governo do Amazonas é inédita e uma das maiores do país. “O objetivo maior desta iniciativa é assegurar oportunidades de formação e aquisição do conhecimento aos nossos professores. Acreditamos que, além de assegurar conhecimento atualizado aos professores, a formação garantirá um ensino de maior qualidade aos estudantes”, apontou o secretário.
 
Já o reitor na UUEA,  Cleinaldo Costa, afirmou que o programa é, em números, o maior da América latina. “Nós vamos dobrar o número de professores com pós-graduação. Não há programa paralelo na América Latina. Estamos falando do futuro no nosso Estado e todos aqui estamos fazendo história, participando de um momento estratégico para o Amazonas”, afirmou.

 

Duração dos cursos – Conforme edital, os cursos terão a duração de 22 meses. As especializações em “Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e suas Literaturas” e “Gestão do Currículo e Desenvolvimento de Práticas Pedagógicas” terão ambos, carga horária de 360 horas.
 
Já o curso de especialização em “Metodologia do Ensino de Matemática do Ensino Médio”, somará 400 horas. Para se inscrever é necessário ao candidato: ser professor efetivo ou integrado da rede pública de Educação (Seduc ou Semed), ser graduado em Licenciatura Plena na área do curso pretendido; não estar em processo de aposentadoria; possuir disponibilidade de tempo para os estudos aos sábados e cumprir, pelo menos, três anos de efetivo exercício na Seduc, em sala de aula, na disciplina em que receber a formação, contados a partir da inscrição no processo seletivo.
 
Conforme o edital, os critérios da seleção avaliarão principalmente o tempo de serviço e o currículo do profissional.
 
Vagas para egressos da UEA – Com inscrições que também iniciam nesta terça-feira, a UEA oferece 700 vagas  para alunos egressos da instituição, distribuídas em 40 vagas para o curso de Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e suas Literaturas, 40 em Metodologia do Ensino de Matemática do Ensino Médio e 620 em  Gestão do Currículo e Desenvolvimento de Práticas Pedagógicas. O reitor da UEA destacou a importância da capacitação das professores.  As inscrições acontecem até 31 de agosto e a aula inaugural será 29 de novembro



 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas