Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Reajuste de 39,8% na tarifa de energia pode ser barrado na justiça

Publicado

em

Manaus/AM - A Secretaria Executiva de Proteção e Orientação ao Consumidor  está  ingressando na Justiça com  ação civil pública contra o reajuste em 39,8% na tarifa de energia elétrica paga pelos amazonenses, que começou a vigorar no domingo. 

 A ação tem o apoio de outros órgãos de defesa do consumidor,  como o Ministério Público do Estado, a Defensoria Pública do Amazonas, Defensoria Pública da União, Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), OAB-AM, Comissões de Defesa do Consumidor da CMM e da ALEAM e Ministério Público Federal (MPF).
A ação será assinada às 11h da quarta-feira, dia 4, no auditório Gebes Medeiros da Sede do Ministério Público do Amazonas, na Ponta Negra.

 Conforme o Procon/AM, entre os pedidos estão a anulação da resolução homologatória n° 1980, de 27 de outubro de 2015, da ANEEL; o reembolso em dobro dos valores pagos pelos consumidores a partir da entrada em vigor do reajuste de energia; e ainda o pagamento de danos sociais e morais coletivos.

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.