Motorista que atropelou e matou criança no Amazonas diz que prestou socorro

Por Portal do Holanda

27/11/2020 21h08 — em Amazonas

Delegacia Careiro Castanho - Foto: Assessoria PC/AM

Manaus/AM - A Polícia Civil, em Careiro Castanho continua apurando o atropelamento que causou a morte de Eliton Alves da Silva, de 10 anos, na quinta-feira (26), no quilômetro 76 da BR-319. Informações preliminares informavam que o motorista havia fugido do local, mas o suspeito se entregou e alegou que prestou socorro.

Segundo informações repassadas à Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a criança caminhava com o tio quando foi atingida por um carro conduzido por Adriano Coutinho de Souza, de 30 anos. A batida arremessou a criança por mais de 25 metros. Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foram identificadas passagens em nome de Adriano por roubo e tráfico de drogas.

O titular da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), delegado David Jordão, disse que o motorista compareceu de forma espontânea à unidade policial, acompanhado de um advogado. “Ele será indiciado inicialmente por homicídio culposo, pois existe uma divergência nos registros. A família da criança diz que ele não prestou socorro e o acusado diz que prestou”, disse.

Quem tiver informações que possam ajudar nas investigações sobre o caso pode denunciar de forma anônima ao telefone 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). O serviço é gratuito e funciona 24 horas por dia.


+ Amazonas