Compartilhe este texto

Morte de avó não está relacionada à de Djidja Cardoso, afirma delegado

Por Portal Do Holanda

08/06/2024 9h24 — em
Amazonas


Foto: Jander Robson/Portal do Holanda

Manaus/AM - O Delegado de Homicídios e Sequestros do Amazonas, Danniel Antony, afirmou nesta sexta-feira (8) que não há vínculo entre a morte da ex-sinhazinha do boi Garantido, Djidja Cardoso, e a avó dela, Maria Venina, ocorrida em 2023. Segundo ele, a morte da idosa não está incluída na investigação. 

O caso da morte de Maria Venina foi relatado em áudio por um primo da família nas redes sociais, no qual ele acusa Djidja, a mãe dela Cleusimar e o irmão Ademar, de autorizarem a aplicação de Ketamina na idosa, que estava com 82 anos, pouco antes de falecer. 

“Em relação à morte da senhora Maria Venina, ela circulou por elementos que surgiram nas redes, mas essa é uma situação que ocorreu em Parintins (município do interior do Amazonas), há quase um ano, então não estamos trabalhando com qualquer hipótese relacionada a isso. [...] Se tivesse havido qualquer questionamento em relação à morte, ela teria sido submetida aos exames necessários. Se a família tiver interesse, ela irá nos procurar para tomarmos as medidas cabíveis”, afirmou Danniel Antony.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas