Siga o Portal do Holanda

Cápsula vanessa x covid-19

Ministério da Saúde avaliza tratamento com cápsula vanessa, diz vereador

Publicado

em

Outras cidades já estão usando a mesma  técnica, diz vereador - Foto: Divulgação Outras cidades já estão usando a mesma  técnica, diz vereador - Foto: Divulgação
Outras cidades já estão usando a mesma técnica, diz vereador - Foto: Divulgação

Manaus/AM - Nesta segunda-feira (13), na sessão da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Hiram Nicolau (PSD) reforçou o protocolo divulgado pelo Ministério da Saúde, que confirma que a ventilação não invasiva (VNI) é mais eficaz no tratamento do novo coronavírus (covid-19). O método é adotado desde março, por meio da chamada Cápsula Vanessa.

“Nesse último sábado, o Ministério da Saúde definiu como novas diretrizes para o tratamento do coronavírus, o diagnóstico e tratamento precoce e a ventilação não invasiva, ou seja, tudo o que já fazemos desde março, o Ministério da Saúde estabelece como tratamento primordial para o combate à covid 19”, ressaltou o parlamentar.

Hiran Nicolau também cobrou do Ministério Público do Estado (MPE/AM), investigação sobre as milhares de mortes ocasionadas pelo coronavírus no Amazonas.

Após o Ministério da Saúde ter reconhecido que o tratamento com ventilação não invasiva (que evita a entubação) é eficaz no tratamento de pacientes infectados pelo coronavírus, vários estados brasileiros, além da Bolívia, passaram a adotá-lo.

Hiram Nicolau confirmou a vinda, nesta segunda-feira (13), do diretor-geral da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Brusque (SC). Rodrigo Cesari chega a Manaus para conhecer a Cápsula Vanessa e outros protocolos para alcançar resultados rápidos e eficazes na cura de pacientes atingidos pelo novo coronavírus.

Veja Também


Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.