Médicos Sem Fronteiras encerra atuação contra a Covid-19 no Amazonas

Por Portal do Holanda

19/10/2020 13h48 — em Amazonas

Interior do Amazonas também recebeu ações de apoio da organização. Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

Manaus/AM - A organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) declarou oficialmente o encerramento de suas atividades no apoio ao combate à Covid-19, no estado do Amazonas. Um comunicado foi enviado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) notificando o fim das ações em 16 de agosto, seguido de um relatório com as atividades desempenhadas na capital e no interior do estado.

O encerramento, conforme explicou a organização internacional, está relacionado à curva epidemiológica da doença no estado. “Conforme já adiantado e acordado em conversas anteriores, e dado que a resposta de MSF para a covid-19 deverá seguir e se adequar às necessidades existentes, e considerando a atual curva epidemiológica estadual, a MSF vem informar e formalizar o encerramento de suas atividades no Amazonas, em 16 de agosto de 2020”, diz o comunicado à SES-AM.

O secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, afirma que a instituição foi uma importante parceira do poder público no enfrentamento à Covid. “Eles tiveram uma atuação muito significativa no momento em que o Amazonas mais precisou. Em nome de nossa população, agradecemos, de coração, a contribuição dada por essa importante organização, que são os Médicos Sem Fronteiras”.

A MSF é uma organização médico-humanitária internacional que leva cuidados de saúde a pessoas afetadas por epidemias, conflitos armados, desastres socioambientais, desnutrição ou sem acesso à assistência médica. A organização iniciou seu apoio ao estado do Amazonas no mês de maio, estendendo-se até julho com diversas atividades nas cidades de Manaus, Tefé e São Gabriel da Cachoeira.