Compartilhe este texto

Justiça do Amazonas pede anulação de lei que proíbe linguagem neutra nas escolas

Por Portal Do Holanda

12/04/2024 16h22 — em
Amazonas


Foto: Seduc/AM

Manaus/AM – O procurador-geral de Justiça do Amazonas, Alberto Nascimento Júnior, solicitou uma Ação Direta de Inconstitucionalidades (ADI) para anular a Lei Estadual nº 6.463/23 que proíbe o uso de linguagem neutra nas escolas públicas e privadas do Amazonas.

De autoria da deputada estadual Débora Menezes (PL), a norma foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Amazonas em agosto de 2023.

De acordo com o procurador-geral, a lei estadual viola a competência legislativa da União para editar normas gerais sobre diretrizes e bases da educação. Para ele, a norma estadual “adentrou na atribuição da União para estabelecer as diretrizes que nortearão os currículos e seus conteúdos mínimos, de modo a assegurar formação básica comum”.

O procurador lembra ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF) já reconheceu a inconstitucionalidade formal da norma estadual que sob o pretexto de proteger os estudantes, proíbe modalidade de uso da língua portuguesa.
 

 

Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas