Justiça do AM nega suspensão no fornecimento de oxigênio para hospital

Por Portal do Holanda

13/01/2021 23h47 — em Amazonas

(Foto: Divulgação)

Manaus/AM - Em decorrência da alta demanda por oxigênio nos hospitais da capital, a Unimed Manaus foi informada por uma empresa responsável pelo fornecimento de gases medicinais que o serviço de abastecimento seria suspenso devido a uma suposta falta do produto.

Em uma liminar, o Tribunal de Justiça do Amazonas determina decidiu pelo impedimento na suspensão do serviço e afirma que como se trata de uma empresa de grande porte, ela deveria "se precaver quanto a eventual aumento de demanda aos seus clientes contratados, até porque tal situação não deve ser considerada abrupta ou inesperada, uma vez que estamos prestes a completar um ano de pandemia no Brasil e no Estado do Amazonas".

De acordo com a decisão, o juiz de Direito plantonista cível, Cezar Luiz Bandiera argumenta que a suspensão pode configurar descumprimento contratual, além de colocar em risco as vidas das pessoas atendidas pelo hospital.


+ Amazonas