Compartilhe este texto

Indígena de 109 anos recebe primeira Certidão de Nascimento após ação do Tjam

Por Portal Do Holanda

29/02/2024 14h09 — em
Amazonas


Foto: Divulgação

Manaus/AM - Após ação do Núcleo de Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça do Amazonas em comunidades indígenas de Nova Olinda do Norte e Borba, foi expedido o registro civil do ex-cacique munduruku Arnaldo Moreira. O líder indígena, aos 109 anos de idade, nunca havia obtido a Certidão de Nascimento.

Estava anoitecendo, na última segunda-feira (26), quando a equipe da “Justiça Itinerante" do Tjam chegou à casa onde Arnaldo Moreira vive com familiares, na aldeia Laranjal, terra indígena munduruku, em Borba, para fazer a entrega do primeiro registro civil a que o ancião indígena teve acesso na sua jornada de vida centenária.

“O sr. Arnaldo encontra-se lúcido, mas escuta com dificuldade e enxerga pouco. Ele se comunica com poucas palavras, algumas em português. Completará 110 anos no próximo dia 16 de maio. Foi muito tocante para nossa equipe atuar no caso, concluindo com êxito essa Ação de Registro Tardio de Nascimento, em parceria como o Cartório de Borba. Um professor indígena da comunidade nos entregou uma mensagem de agradecimento, escrita em munduruku, o que também nos deixou muito felizes”, contou o subcoordenador do Núcleo de Justiça Itinerante do TJAM, José Ribamar Martins Carneiro, que fez a entrega da certidão de nascimento ao cacique Arnaldo em companhia da oficiala substituta Luanda do Rosário Laborda Dias, do cartório de Borba.

Ribamar explica que as populações atendidas na ação jurídica e social - que será concluída nesta sexta-feira (01/03) - vivem nas aldeias de Cacoal, no território de Nova Olinda do Norte, e de Laranjal e Kwatá, no território de Borba, abrangendo os povos munduruku e sateré-mawé.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas