Grupo de trabalho discute plano de enfrentamento da violência no trânsito

Por Portal do Holanda

17/03/2016 18h59 — em Amazonas

 

O grupo de trabalho criado pelo Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus para discutir um plano estratégico conjunto de ações que possam contribuir para coibir a violência no trânsito da capital, voltou a se reunir  na sede da Secretaria Estadual de Administração (Sead).

Formado por secretários, gestores e técnicos das áreas de trânsito, saúde e segurança, o grupo debateu a versão prévia do Plano Intersetorial de Segurança no Trânsito, que será apresentado no próximo dia 21, pelo governador José Melo e o prefeito Arthur Neto, durante a abertura da Semana Municipal de Prevenção e Combate aos Acidentes de Trânsito.

O plano tem como base estudos e propostas que já vinham sendo formuladas no âmbito do Projeto Vida no Trânsito, programa executado em parceria pelo Governo Federal, Estados e Municípios e que, em Manaus, está sob a coordenação do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

O secretário estadual de Administração, Evandro Melo, destacou que objetivo do grupo de trabalho é, a partir das propostas e dos estudos já formatados, avançar para a implementação de medidas que possam, efetivamente, contribuir para a redução dos índices de acidentes. “Nosso desafio é empoderar o trabalho que foi desenvolvido de forma muito eficiente pelos técnicos envolvidos no Projeto Vida no Trânsito, contribuindo com as alterações e ajustes necessários e partindo para a execução das propostas. Para isso, é preciso o comprometimento dos gestores de cada área envolvida e a participação de novos atores, como representantes do Judiciário, do Ministério Público, do Legislativo. É nisto que está trabalhando agora”, destacou.

O secretário-adjunto de Atenção Especializada da Capital, Wagner William de Souza, que representou o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, na reunião desta quinta-feira, ressaltou a importância da articulação intersetorial que está sendo feita para o enfrentamento da violência no trânsito. “Estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada)  aponta que o País gasta R$ 40 bilhões por ano com acidentes de trânsito, considerando as mais diversas áreas em que estes acidentes impactam, incluindo a previdenciária. No Amazonas, estimamos que a área da Saúde, incluindo o atendimento pré-hospitalar, intra-hospitalar e de reabilitação pós-internação, tenha um gasto anual variando entre R$ 400 e R$ 500 milhões por ano, com vítimas de acidentes por causas externas, com destaque para os acidentes de trânsito”, disse Wagner.

Segundo ele, é comum que 55% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva do Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio estejam ocupados por jovens com trauma cranioencefálico, decorrentes de acidentes de motocicleta.

De acordo com o diretor presidente do Manaustrans, Eudes Albuquerque, a realização da 2ª Semana marca um dos momentos mais importantes dos governos municipal e estadual. “Pela primeira vez teremos a união dos gestores do Estado e da cidade de Manaus para combater os acidentes e as mortes no trânsito. A programação inclui não só esse momento histórico como  também a realização de variadas atividades que promovem a envolvimento de diversos setores da sociedade para salvar vidas no trânsito”, antecipou.

 

Semana Municipal

Até o dia 28 de março, diversas instituições envolvidas na Semana Municipal de Prevenção e Combate aos Acidentes de Trânsito farão atividades como abordagens educativas em unidades básicas de saúde; formação de turmas do Projeto Condutor Consciente, com palestras sobre trânsito seguro para condutores; Operação Calçada Livre para desobstruir as calçadas de áreas comerciais e garantir acesso de pedestres; Fiscalização em faixas de pedestres com abordagens para fortalecer o respeito à sinalização nos locais de travessia; Fiscalização de motocicletas e motociclistas; Orientação a motoristas e motociclistas que estão seguindo para as estradas do entorno da cidade; Abordagem educativa na Av. Autaz Mirim – via recordista de acidentes de trânsito com vítimas fatais.

 

Comitê Intersetorial

O Comitê Intersetorial do Projeto Vida no Trânsito foi instituído em novembro do ano passado, em nível municipal, com o objetivo de promover o desenvolvimento de ações de intervenção baseadas nas evidências obtidas após análise de dados e informações. O Comitê trabalha com planejamento integrado e intersetorial, com projetos de intervenção focados em fatores de risco prioritários de ocorrência dos acidentes de trânsito nos grupos de vítimas e nos pontos críticos de ocorrência de acidentes no município.

A chefe do Núcleo de Prevenção a Riscos à Saúde por Causas Externas da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Ana Carolina Leão, explicou que o papel do órgão no Comitê “é coordenar as ações, atuando no monitoramento e qualificação dos dados”, afirmou a chefe, que também é membro do Comitê. “A partir da reunião de hoje ficou evidente a necessidade dos gestores se comprometerem diretamente com ações específicas a cada instituição”, avaliou.

Fazem parte do Comitê Intersetorial do projeto Vida no Trânsito, que é presidido pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), as secretarias municipais de Educação (Semed), Infraestrutura (Seminf), Planejamento Urbano (Implurb); as estaduais de Saúde (Susam), Educação (Seduc), Segurança Pública (SSP), envolvendo as polícias Civil e Militar, Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito (Detran); e ainda Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU), Fundação Universidade do Amazonas (FUA), Universidade do Estado do Amazonas (EUA).


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas