Graça Figueiredo abre workshop de conciliação

Por Portal do Holanda

19/11/2014 16h17 — em Amazonas

Ao abrir nesta quarta-feira, o 1º Workshop do Polo Avançado do Núcleo de Conciliação das Varas de Família, a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargadora Graça Figueiredo, disse que está na hora da sociedade trabalhar a ideia de que quem busca justiça, precisa apenas entrar com um processo “e tudo está resolvido”.

— Não é assim. Mas do que nunca se faz necessário que a sociedade entenda que é preciso ter conscientização de ambas as partes envolvidas no processo de que conciliar pode ser o melhor caminho – disse a desembargadora.

Sob o tema “Fortalecer para Conciliar”, o workshop foi aberto às 8h40, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques. Além da presidente do TJAM, participaram da solenidade o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Josué Filho; o reitor em exercício da Universidade Federal do Amazonas, Hedinaldo Narciso Lima; o delegado da Polícia Civil, Josué Rocha de Freitas; o procurador do município e representante do prefeito de Manaus, Marcos Cavalcante; o diretor da faculdade de Direito da Ufam, Sebastião Marcelice; a professora e coordenadora do Polo Avançado da Ufam, Lidiane Cavalcante e o coordenador do Núcleo de Conciliação, juiz Gildo Carvalho, da 8ª Vara de Família.

Em seu discurso, Graça disse que o papel do Núcleo de Conciliação é fundamental, porque a conciliação é uma forma ágil e eficiente de se fazer justiça. “Isto porque todo problema é resolvido na hora, sem a necessidade de esperar longos anos”.

— Pelo entusiasmo com que o doutor Gildo foi recebido por esse auditório, é uma prova inconteste de que o Tribuna de Justiça está indo no caminho certo, formando estagiários, acadêmicos e servidores e criando essa consciência da conciliação. Quisera ter mais “Gildos” no Tribunal – destacou Graça Figueiredo, referindo-se à dedicação do juiz e ao carinho com que a plateia o recebeu.
O 1º Workshop do Polo Avançado dos Núcleos de Conciliação das Varas de Família está aconteceu das 8h ao meio-dia, no Centro de Convenções Vasco Vasques, ao lado da Arena da Amazônia, em Manaus.

— O objetivo é contribuir com a concretização dos Direitos das Famílias por meio da conciliação qualificada, como forma de promoção de cidadania plena, na perspectiva do cidadão – informa Gildo.

O público-alvo é formado por conselhos yutelares, Ministério Público, Polo Avançado do Núcleo de Conciliação das Varas de Família, Varas de Família, (estagiários, acadêmicos e servidores), Instituições Socioassistenciais e Jurídicas e Conselhos Estaduais e Municipais de Educação.