Governo prorroga fechamento de bares, flutuantes e balneários no Amazonas

Por Portal do Holanda

27/10/2020 12h07 — em Amazonas

Manaus/AM - O governador do Amazonas Wilson Lima anunciou, em coletiva realizada nesta terça-feira (27), a prorrogação por mais 30 dias do decreto que determina o fechamento de bares, restaurantes e flutuantes depois das 22h. A medida foi tomada em função do aumento da ocupação de leitos destinados à Covid-19 no Hospital Delphina Aziz, referência no tratamento da doença na capital.

Lima informou que haverá ampliação na rede de atendimento no estado para evitar a crise enfrentada durante o auge da pandemia, nos meses de abril e maio. "Estamos aumentando a quantidade de leitos de UTI para 42 e leitos clínicos em 43 por meio de parcerias. Amanhã, chegarão mais trinta respiradores, monitores de Santa Catarina e medicamentos da Bahia", especificou.

O governador afirmou que estuda, junto com o governo federal, um plano de reabertura de hospital de campanha, mas acrescentou que se trata de uma possibilidade remota. "Nossa decisão é baseada em dados técnicos, para preservar a vida, mas as atividades econômicas devem continuar funcionando".

Lima acrescentou que o aumento da lotação também pode ser atribuído ao alto número de acidentes de trânsito. Ao ser questionado sobre suposta influência na negociação para compras de respiradores superfaturados, o chefe do Executivo defendeu-se. "Não entendo de equipamentos, não lido com empresários", declarou.