Governo investe para livrar rebanho de febre aftosa

Por

09/07/2014 17h28 — em Amazonas

 


O Estado do Amazonas pode obter, ainda este ano, o status de área livre de febre aftosa com vacinação. Como parte das ações adotadas para conquistar o reconhecimento junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o Governo do Estado, por intermédio do sistema Sepror, realiza de 15 de julho a 31 de agosto a 2ª etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O anúncio foi feito pelo Secretário de Estado da Produção Rural do Amazonas (Sepror), Valdenor Cardoso, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (09).

Nesta fase, estão incluídos 41 municípios de área de várzea, das calhas do Solimões e Amazonas. Já nos 21 municípios de terra firme, das calhas dos rios Juruá, Purus, Madeira e Negro a 1ª fase de vacinação ocorreu de 01 de maio a 15 de junho com vacinação. Nas duas ações, o Estado atingiu mais de 90% do rebanho de 1,4 milhão cabeças. A segunda dose nessas quatro calhas está prevista para o período de 01 a 30 de novembro.  

O secretário Valdenor Cardoso pede o apoio de todos os pecuaristas do Amazonas para o sucesso da campanha. “Quando conquistarmos o status de área livre de febre aftosa poderemos fazer parcerias, por exemplo, com Estados como Rondônia e Pará que possuem essa certificação. O intercâmbio em feiras agropecuárias para compra e venda de gado será possível, já que hoje ficamos impedidos porque não podemos transacionar nosso gado por ainda não termos o status adequado. Nossa própria genética terá mercado, também, quando galgarmos mais esse degrau”, declarou.