Fisiculturismo está conquistando novos adeptos em Manaus

Por Portal do Holanda

30/10/2014 16h09 — em Amazonas

Cresce em Manaus o número de pessoas que recorrem às academias com o intuito de definir o corpo e chamar a atenção pelos portes físicos, torneados de músculos. A afirmação é do fisiculturista amazonense Bernardo Cesarino, atual campeão Sul-Americano da modalidade. Ele acumula ainda na bagagem os títulos de atual campeão brasileiro de Fisiculturismo e campeão Norte-Nordeste na categoria Overall.

Nesta quinta-feira, data em que se comemora o Dia do Fisiculturista, Bernardo, que recentemente retornou da Inglaterra onde participou do Mister Universo 2014 na cidade de Southport, declarou que a modalidade vem conquistando novos adeptos em Manaus.  

“Meu maior orgulho é poder representar o Estado em todas as competições. O trabalho é árduo, mas o resultado final é o reconhecimento de todas as pessoas que curtem e apoiam o fisiculturismo”, comentou Bernardo, que destacou ainda que a capital tem grande potencial no que diz respeito a representantes da modalidade.

Para participar da competição, Cesarino contou com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer. Com 118 kg e 2% de gordura corporal, Bernardo é considerado atualmente um dos principais nomes do fisiculturismo do Norte do País. 

De acordo com secretário da Semjel, Elvys Damasceno, a Prefeitura de Manaus tem um cuidado especial em incentivar fisiculturistas e atletas amadores que praticam essa modalidade esportiva. “O fisiculturismo é uma das atividades que mais crescem no País. A prefeitura vem acompanhando esse crescimento e está à disposição para sempre apoiar eventos e atletas desse esporte, que tem grandes representantes no Estado. Parabéns a todos os fisiculturistas da nossa cidade”, enfatizou.


Referências

Representando a nova geração de fisiculturistas, Phablo Henrique, campeão da Copa Manaus de Fisiculturismo e Fitness, e Bernardo Cesarino, levam o nome do Amazonas para competições nacionais e internacionais. 

Os fisiculturistas precisam de muito esforço físico para moldarem os corpos. Para isso, os atletas necessitam de uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes e repouso para desenvolver o trabalhado na academia. A modalidade esportiva começou entre as décadas de 20 e 30, na época em que os homens buscavam simetria, definição e proporção corporal.

A primeira competição de fisiculturismo foi disputada em 1940, em Chicago (EUA), consagrando o campeão John Grimek e logo depois se popularizou em outras partes do mundo, chegando ao Brasil nos anos 80.

“Antes de começar a fazer musculação e ganhar músculos é preciso ter cautela”, explica a fisioterapeuta Suelen Oliveira, que atua na profissão há mais de quatro anos. “O fisiculturismo é um esporte como outro, tem que ter acompanhamento profissional, tanto de um educador físico como de nutricionista, caso contrário a pessoa que realiza essa atividade estará correndo sérios riscos de saúde”, advertiu Oliveira.

 
Carreira

Aos 16 anos, o atleta Phablo Henrique competiu pela primeira vez na Copa Manaus de Fisiculturismo e Fitness, que chega a sua 12ª edição e foi realizada no teatro do Shopping Manauara, no último sábado, consagrando-se campeão da Categoria Men’s Physique Junior, ficando em segundo lugar na categoria acima de 1,74 metros.

O que era brincadeira de criança mudou quando ele começou a se interessar em se tornar um atleta profissional. Há três anos iniciou o treinamento de musculação. Ele conta que suas maiores influências foram atletas internacionais de fisiculturismo. “Sadik Hadzovic e Garen Boyajian me inspiraram a não somente ganhar músculos, mas me tornar um atleta profissional e representar essa modalidade esportiva que aos poucos vem ganhando espaço no País, que antes tinha como destaque somente o futebol”, ressaltou.


Pesquisa
 

Conforme pesquisa divulgada no dia 24 deste mês pelo Ministério da Saúde, embora o brasileiro ainda tenha paixão pelo futebol, esse percentual vem diminuindo para o esporte que vem ganhando o gosto da população geral, a musculação.

Ainda segundo a pesquisa, apesar do crescimento dos praticantes de musculação, a caminhada continua sendo a principal atividade física praticada pelos brasileiros, de acordo com 33,79% dos entrevistados. O público feminino continua sendo o que mais pratica caminhadas, totalizando 43,98%.

Outra informação contida na pesquisa, que pode ser encontrada no site do MS, é a declaração da diretora de Vigilância e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta, de que o interesse da população brasileira é ter melhor qualidade de vida e mais saúde, conciliando com o crescimento da prática da musculação.

“A caminhada, geralmente, é muito popular junto ao público feminino, e a primeira atividade física que a população escolhe para começar a se exercitar. Já o futebol é preferido pelos homens, mais jovens, e está muito arraigado na cultura do País. Não raro, amigos se encontram para jogar uma partida de futebol no fim de semana. Já a musculação, é uma atividade contratual, em que é necessário se matricular, buscar um estabelecimento e passa a ser um compromisso agendado na semana”, concluiu Deborah.