Ex-diretores do EMTU e de policlínica são multados por irregularidades

Por Portal do Holanda

23/09/2020 15h06 — em Amazonas

Josué Filho recomendou alteração em normas da EMTU - Foto: Divulgação/TCE AM

Manaus/AM - Nesta quarta-feira (23), o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), durante a 31ª Sessão Ordinária, multou o ex-diretor da Empresa Municipal de Transportes Urbanos de Presidente Figueiredo (EMTU), Euler Carlos de Souza Cordeiro, em R$ 34 mil, valor referente a multa e alcance, por irregularidades nas contas do exercício de 2017.           

Entre as impropriedades constam a não justificativa quanto à contratação direta temporária de empregados, além da não apresentação de fundamentação legal que prevê o valor da remuneração dos empregados para as funções de motorista e auxiliar administrativo.

O relator do processo, conselheiro Josué Filho, recomendou à atual gestão da EMTU que adote medidas quanto à alteração e atualização da legislação no que diz respeito ao quadro de pessoal do órgão.

Regular com ressalvas

Na mesma sessão, o Tribunal julgou regular com ressalvas as contas da Policlínica Governador Gilberto, de responsabilidade de Glauria Tapajoz Said Honczaryk, diretora no exercício de 2018.

O relator do processo, auditor Alber Furtado, multou a ex-diretora em R$ 8,7 mil por conta de pequenas impropriedades encontradas nas contas.