Compartilhe este texto

Começa pré-venda de 'A Lança de Anhangá', livro de horror e fantasia na Amazônia

Por Portal Do Holanda

20/05/2024 13h28 — em
Amazonas


Foto: Divulgação

Na última semana, entrou em pré-venda o livro intitulado 'A Lança de Anhangá', do professor doutor em Ciências Sociais pela UNESP, Ricardo Kaate Lima, vencedor do Prêmio Literário Cidade de Manaus em 2022 na categoria nacional com a mesma obra.

Este é o segundo livro de Ricardo, que nos brinda com ficção científica, horror e fantasia ambientados no coração da Amazônia. Mais do que mero cenário, porém, a floresta está viva e se torna uma personagem central nos contos especulativos.

No livro, o autor apresenta contos no qual o mundo acaba vezes seguidas. No entanto, a vida insiste e entidades milenares despertam de sonos profundos para combater a violência à qual seus territórios são submetidos. A sociedade amazônica, a rica cultura perpassada pelas disputas político-religiosas em confronto com a resistência dos povos originários é o fio que une as sete histórias da coletânea.
 
O autor afirmou que escrever 'A Lança de Anhangá' foi mais um passo em seu projeto literário de escrever ficção especulativa e fantasia tomando como base a cultura e a história da Amazônia.
 
"Meu mundo literário é a Amazônia. A mitologia que pretendo expandir e desenvolver está na Amazônia. Escrevo sobre o que conheço, sobretudo. Não faria sentido escrever sobre a Europa medieval ou cidades como Nova York, Paris ou Londres. A América Latina e a Amazônia são uma floresta de símbolos e histórias quase inesgotável para a literatura e a arte em geral", ressaltou.
 
Ricardo ainda explicou que “resolveu aproveitar o rico legado da história e da cultura amazônica para falar dos medos, fobias, monstros e toda sorte de desgraças que podem acontecer conosco. Algumas já estão acontecendo”.
 
"Os mitos amazônicos são tão assustadores quanto as histórias de Stephen King ou os Deuses Exteriores de H.P. Lovecraft. Isso porque a história regional, como a de toda América Latina, é baseada em traumas, violência e dominação. Os mitos, relatos, folclore, cosmologia e causos, tudo espelha ou é um reflexo da história sangrenta na periferia do capitalismo ocidental", disse Ricardo.
 
Para o autor as “elites dirigentes tratam a região de forma muito similar como as elites metropolitanas tratavam o Brasil a época da colônia: como um sertão bárbaro que deveria ser explorado a qualquer custo a despeito das consequências humanas e ambientais. Não existe terreno mais fértil para a ficção especulativa do que esse contexto.”
 
De acordo com Luiz Brás, ficcionista, autor da rapsódia 'Distrito Federal', que escreveu a orelha do livro, sobre a principal história da coletânea, diz: “Anhangá é a entidade vingadora, a força da natureza que se levanta contra a opressão e o autoritarismo dos colonizadores. Se no final da leitura deste livro você notar que uma lança atravessou teu peito, surgindo de repente, de lugar nenhum, muito cuidado, querida leitora, querido leitor. Isso é sinal de que você, por algum motivo obscuro, não está do lado certo da História. Mas não se preocupe. As ficções de Ricardo Kaate Lima convencerão você a mudar de lado rapidinho", finaliza o escritor.
 
Marcos Vinícius Almeida, escritor, jornalista e mestre em Literatura e Crítica Literária escreveu sobre a obra: "Unindo horror e ficção científica ao folclore e cultura do interior da Amazônia, ele vem construindo uma obra que flerta com o que há de mais contemporâneo na América Latina. É um autor que nasce universal".
 
A Lança de Anhangá venceu o Prêmio Literário Cidade de Manaus em 2022 na categoria Arthur Egrácio, como melhor livro de contos. O conto que dá nome ao livro está disponível no Portal da editora Aboio.
 
Como adquirir o livro?
 
A pré-venda vai até o dia 09/06/2024 e está disponível pela plataforma Benfeitoria e no site da @aboioeditora. Todo mundo que apoiar este projeto receberá 10% de desconto e terá o nome impresso nos agradecimentos do livro!
 
 
Sobre o autor
 
Ricardo Kaate Lima, 1984, nasceu em Manaus, mas vive em Manacapuru, interior do Amazonas. Doutor em Ciências Sociais pela UNESP, venceu o Prêmio Literário Cidade de Manaus em 2022 na categoria nacional com o livro de contos 'A Lança de Anhangá'. É autor também de 'O Fim de Todas as Coisas' (2021) e colaborou em revistas e antologias de ficção científica, horror e fantasia. Atualmente é servidor do Instituto Federal do Amazonas. 

Foto: Divulgação


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas, Agenda Cultural

+ Amazonas