Amazonas recebe 292.900 doses das vacinas AstraZeneca e CoronaVac

Por Portal do Holanda

14/05/2021 8h28 — em Amazonas

Vacinas chegaram na manhã desta sexta no Amazonas - Foto: Herick Pereira / Secom

Manaus - O Amazonas recebeu, na manhã desta sexta-feira (14), a maior remessa de imunizantes contra a Covid-19 já enviada ao estado pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). O 21º lote inclui 262.500 vacinas AstraZeneca; e outras 30.400 do tipo CoronaVac, totalizando 292.900 doses. Com a remessa, o Amazonas soma 2.007.300 doses recebidas, desde o início da campanha de imunização.

Antes desta remessa, a maior quantidade de vacinas já recebidas pelo Amazonas havia sido no dia 18 de janeiro, quando o Ministério da Saúde enviou o primeiro lote para o início da campanha de imunização, com 282.320 doses.

Técnicos da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM); e da Superintendência Estadual do Ministério da Saúde acompanharam a chegada das vacinas, em aeronave que pousou por volta das 5h, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

Em seguida, as doses foram levadas para armazenamento na sede da FVS-AM, sob escolta de agentes da Polícia Federal.

Vacinação – O Amazonas alcançou, nesta quinta-feira (13/05), a marca de 1.013.153 doses aplicadas em todo o estado, sendo 642.493 de primeira dose e 370.660 de segunda dose.

Conforme dados gerenciados pela FVS-AM, e informados pelas secretarias municipais de saúde de cada cidade do Amazonas, até esta quinta-feira (13/05), a capital, Manaus, aplicou 536.144 doses de vacinas.

Os municípios do interior que mais vacinaram foram Parintins (26.679), São Gabriel da Cachoeira (24.918), Tabatinga (22.553), Itacoatiara (22.284) e Benjamin Constant (19.419).


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas