Dono da Giraffas demite filho publicamente após vídeo criticando prevenção ao coronavírus

Dono da Giraffas demite filho publicamente após vídeo criticando prevenção ao coronavírus

Por Portal do Holanda

25/03/2020 19h36 — em Brasil

Foto: Reprodução/Instagram

Depois de uma enxurrada de críticas por conta de um vídeo em que minimizou a pandemia do coronavírus, dizendo que funcionários deveriam ter mais medo de perder o emprego do que contrair a doença e que muitos estavam "numa boa, curtindo o home office", Alexandre Guerra, herdeiro da rede de lanches Giraffas, perdeu o seu cargo e deixou de ser acionista na empresa.

Quem fez o anúncio foi o próprio pai, Carlos Guerra, presidente e fundador da rede. "Alexandre Guerra é meu filho e fez gravações de vídeo que nós não concordamos e pedimos que não fosse conectada ou vinculada ao Giraffas. Infelizmente, por motivos óbvios, isso aconteceu", disse ele, que ainda afirmou que não apoia o governo de Bolsonaro, nem qualquer outro, e que não autoriza ninguém a ser porta-voz ou dar declarações em nome da sua empresa, a não ser ele próprio.  Ele diz ainda que deu ferias coletivas aos funcionários e que eles terão seus empregos garantidos quando retornarem ao trabalho. "Em relação à crise em si, nós estamos concordando e obedecendo as autoridades médicas responsáveis de ficarmos em casa, de obedecermos esse isolamento até que o nosso sistema e saúde seja capaz de determinar uma política diferente", 

 

Alexandre, que ainda foi candidato do Partido Novo ao governo do Distrito Federal nas eleições de 2018, disse à Folha de S. Paulo que no vídeo, não estava falando em nome do Giraffas, mas de uma rede de empreendedores da qual ele participa. 

Com informações da Folha de São Paulo.

+ Brasil