Siga o Portal do Holanda

Política Local

José Ricardo cobra que a Câmara dos Deputados aprove investigação contra Temer

Publicado

em

Foto: Reprodução

O deputado José Ricardo Wendling (PT) destacou nesta manhã (2) a votação que acontece hoje na Câmara dos Deputados para decidir se a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB) poderá seguir para o Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado de corrupção passiva, denunciado por ter recebido R$ 500 mil da JBS, entregues em uma mala a um aliado.

            “Temos uma importante decisão hoje, que irá definir os rumos da Nação, e vejo os principais veículos de comunicação do País sem dar muito destaque ao assunto e as capas dos jornais de Manaus sem falar nada sobre essa votação. Mas lembro muito bem que quando houve a votação da Dilma, acusada de ter cometido supostas irregularidades administrativas, e não de corrupção, as manchetes dos jornais renderam capas inteiras, como “Que País é este”, e assim foi também no dia seguinte, com títulos, como “Câmara vota com o povo”, comparou o parlamentar, enfatizando que a população estava com a Dilma porque tinha sido eleita democraticamente pela maioria dos brasileiros e questionando ainda se esse golpe dado no País era realmente para combater a corrupção.

            Para ele, os batedores de panelas, as pessoas que foram às ruas de verde e amarelo pedir o impeachment da Dilma e os grandes empresários que patrocinaram o golpe estavam contra um projeto de governo que vinha beneficiando os mais pobres do Brasil. “Porque se estavam combatendo a corrupção, onde estão todos agora? Estão silenciados. No fundo, não era essa a motivação deles, estavam contra um partido e um projeto ousado de governo. Olha a desmoralização de um País”.

             José Ricardo espera que os deputados federais, incluindo os do Amazonas, votem com a população do Brasil, já que pesquisas apontam que 81% da população brasileira não querem a continuidade de Temer, o querem fora da presidência. “Na época da Dilma, todos os deputados federais votaram pela saída da presidenta legitimamente eleita e semter cometido crime algum. Foram todos golpistas. Agora, vamos ver os seus posicionamentos contra Temer, um presidente ilegítimo, imoral, golpista de corrupto, que só trouxe retrocessos ao País”, frisou ele, citando os mais 14 milhões de desempregados do Brasil, os desempregados do Distrito Industrial, a economia que não sai do lugar e a aprovação dos projetos da terceirização, do congelamento dos gastos públicos e da reforma trabalhista, que retiram muitos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.

Maioria dos eleitores desaprova governo Wilson Lima, aponta pesquisa Action

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.