CPI da Saúde anuncia mudança nas investigações após operação da PF no Amazonas CPI da Saúde anuncia mudança nas investigações após operação da PF no Amazonas

CPI da Saúde anuncia mudança nas investigações após operação da PF no Amazonas

Por Portal do Holanda

30/06/2020 16h23 — em Amazonas

Foto: Reprodução/TV Holanda

Manaus/AM - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), anunciou, na tarde desta terça-feira (30), durante coletiva de imprensa, que vai mudar o andamento das investigações após a Operação Sangria da Polícia Federal que foi deflagrada hoje para apurar fraudes na compra de respiradores. O presidente da CPI, deputado Péricles Nascimento (PSL), apresentou um resumo de tudo que a CPI já havia colhido de informações sobre a compra superfaturada dos equipamentos hospitalares. 

Péricles depois informou que a CPI deixará as investigações sobre a compra de respiradores a cargo apenas da Polícia Federal e que a Comissão passará a investigar outros contratos e possíveis irregularidades realizadas pela Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

As novas linhas de investigação devem focar em irregularidades nos processos indenizatórios da Susam com 16 empresas terceirizadas; dispensas de licitação; contrato de parceria público privada do Hospital Delphina Aziz; e contratos superfaturados nos serviços de lavanderia do hospital de campanha da Nilton Lins, assim como o aluguel da unidade hospitalar.

Conforme os membros da CPI, essas investigações possuem valores ainda maiores de possíveis desvios de recursos da saúde.  

Confira o pronunciamento dos membros da CPI: 

+ Amazonas