21 mil contas de água são canceladas em Manaus

Por Portal do Holanda

20/12/2015 10h59 — em Amazonas

Manaus/AM - Após fiscalizações constatarem falhas no abastecimento de água em diversas áreas da capital, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) mandou a Manaus Ambiental suspender o pagamento das contas de 21 mil unidades consumidoras, além de devolver o dinheiro de algumas faturas já quitadas e retirar o nome de determinados consumidores do cadastro nacional de inadimplência. 

Segundo a diretora-técnica da Arsam, Sissy Santos, a suspensão do pagamento ocorre quando comprovada a falta de fornecimento, o abastecimento precário e a baixa pressão da água encanada. “O número de reclamações vem se mantendo, apesar de que o fornecimento da água teve uma melhora. Mas, agora, o consumidor está questionando o aumento do valor das faturas”, afirma. A Arsam afirma que as áreas com maiores problemas são as  zonas Norte e Leste da cidade.

Reclamações iniciais devem ser feitas em primeira mão à própria Manaus Ambiental pelo telefone da concessionária, que terá um prazo para resolver o problema. Posteriormente, caso o problema não seja solucionado, denúncias podem ser feitas através do telefone do telefone da agência que regulamenta tais serviços, a Arsam, 0800 280 8580, pelo site www.arsam.am.gov.br, e também pela Ouvidoria da agência reguladora no PAC São José. 

O chefe do Departamento de Saneamento e Fiscalização da Arsam, Jorge Caresto, explica ainda que as soluções dadas pela Arsam são de caráter técnico:  “Como agência reguladora, nós damos a solução de maneira técnica. Estamos para resolver o problema. Nos casos em que a população se sentir lesada, também pode entrar com ação individual no Procon”, orienta.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas