Siga o Portal do Holanda

Atlético MG

Após confusão em festa, jogador Cazares é acusado de estupro e extorsão

Publicado

em

Foto: Reprodução BNews Foto: Reprodução BNews
Foto: Reprodução BNews

O que era pra ser uma festa particular terminou em muita confusão e um baita problema para Cazares, do Atlético MG. É que após ser levado para a delegacia para esclarecer a suspeita de agressão a duas mulheres, o jogador também foi acusado de estupro nessa segunda-feira (9).

Segundo a polícia, Cazares nega as acusações e disse que tudo começou quando, as supostas vítimas, uma empresária e um modelo que participavam da comemoração em sua casa, foram flagradas por uma amiga dele consumindo drogas no banheiro do imóvel, localizado em Lagoa Santa, área nobre da Grande Belo Horizonte.

Juan teria ficado chateado com a atitude das convidadas e pediu para que elas se retirassem, mas elas se negaram e ele então pediu para dois homens a colocarem para fora.

As mulheres teriam reagido e foi quando a confusão se formou. Conforme o meia, nesse momento, as mulheres ameaçaram chamar a polícia e teriam cobrado propina de R$ 10 mil para não levar o escândalo ao conhecimento da Justiça e da imprensa.

A versão da empresária e da amiga é diferente, elas contam que foram agredidas pelo grupo e que após o fato, Cazares teria oferecido o dinheiro para elas ficarem em silêncio sobre o que houve. Ela também afirmam que a história da droga não procede e que foram retiradas da casa porque tiveram objetos pessoais furtados e teriam reclamado.

O grupo foi levado para a delegacia ainda na madrugada de ontem. A noite uma das vítimas decidiu apresentar a acusação de estupro e disse que foi arrastadas para dentro da casa e depois de ter o celular confiscado, foi abusada pelo jogador.

O delegado responsável pelo caso disse que a vítima teria passado por exame de corpo de delito no local e que os mesmos não apresentaram nenhum indício de conjunção carnal. Além disso, a polícia disse que também encontrou com a mulher um vidro de acetona, material usado para misturar a um tipo de droga, que seria a que as mesmas estariam consumindo no banheiro durante a festa.

O caso continua sob investigação e o Atlético afirma que vai acompanhar o processo.

Fametro compra um grande problema

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.