Projeto ítalo-brasileiro apresenta o ‘Ritmo da Máscara’

Por Portal do Holanda

14/03/2016 14h56 — em Agenda Cultural

De 16 (quarta-feira) a 23 (quarta-feira) de março, será executada, em Manaus, a segunda fase do projeto “Ritmo da Máscara”, que foi criado em 2015, pela Cia. de Intérpretes Independentes, dirigida pelo encenador coreográfico Ricardo Risuenho, do Brasil, com a colaboração da atriz e produtora Nyvea Karam, de Minas Gerais, e que realiza um intercâmbio artístico com o Teatro Laboratorio Isola di Confine, dirigida pelo ator e diretor Valerio Apice, da Itália.

 O projeto foi contemplado com o Prêmio Manaus Conexões Culturais 2015, da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). A primeira fase do projeto foi realizada no ano passado e consistiu na ida da Cia. de Intérpretes Independentes para a cidade de Marsciano, na região da Úmbria, na Itália, onde aconteceram oficinas, mesas-redondas e apresentações dos espetáculos “A Vida Começa pela Memória” e “Réquiem para Dois”, ambos concebidos por Ricardo Risuenho. Todas as atividades obtiveram grande sucesso de público e de crítica na Itália.

 Ricardo Risuenho explica que “A Vida Começa pela Memória” (2013) é uma montagem de dança contemporânea que aborda a relação que o ser humano estabelece com a memória, utilizando a estética do fotógrafo tcheco Jan Saudek. O artista define “Réquiem para Dois” (2014) como um trabalho coreográfico contemporâneo que tem como tema central a morte. Ambos foram encenados pelos intérpretes Ricardo Risuenho e Anna Raphaella Costa, com cenários do artista plástico e cenógrafo amazonense Nelson Magli. 

“A importância do projeto ‘Ritmo da Máscara – Intercâmbio com o Teatro Laboratorio Isola di Confine’ está no fato de que esse projeto possibilitará não somente responder aos anseios da Companhia de Intérpretes Independentes quanto à ampliação do nosso conhecimento artístico, mas permitirá que a classe artística da cidade de Manaus, assim como os estudantes de Teatro e Dança, estabeleçam novas relações e contatos com outro fazer artístico culturalmente diferente de nós. Isso só foi possível porque esse projeto foi contemplado com o Prêmio Manaus Conexões Culturais 2015, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult)”, explica o diretor-artístico da Companhia Intérpretes Independentes, Ricardo Risuenho.

 Atividades em Manaus – A segunda fase do projeto traz a Manaus o espetáculo “Don Giovanni in Soffitta”, o concerto-espetáculo “Ritmo da Máscara”, a aula-espetáculo “As Técnicas da Comunidade” e a oficina de teatro intitulada “Entre Don Giovanni e a Commedia Dell’Arte”. Todas as atividades são gratuitas.

 “Don Giovanni in Soffitta” é um espetáculo que faz um resgate de Molière e Cesare Garboli, se preocupando em não utilizar os clichês habituais das montagens contemporâneas na abordagem da personagem Don Juan. O espetáculo é uma tentativa de resgate do texto de Molière, recompondo fragmentos dispersos sob os ‘escombros’ do teatro contemporâneo. E a escolha da direção foi de apresentar a máscara destruída de Don Giovanni de uma maneira cômica e trágica, sob a ótica de um servo: Sganarello. 

“Em uma época em que o poder não consegue mais evitar a ditadura da máscara, o espetáculo abre janelas sobre a história do teatro, que busca uma vida no aqui e agora, na comunidade em que vivemos”, afirma Valerio Apice, que contracena com Marika Gatto e Davide Tassi. No espetáculo, também participam os músicos Gian Domenico Ceccarini (violão e baixo) e Francesco Brozzetti (bateria, percussão e sintetizador).

 Já o concerto-espetáculo “Ritmo da Máscara” tem como protagonista o ritmo, que une e cria a relação de uma língua falada no lugar no qual vivemos e apresenta uma atmosfera musical que vai do blues às danças populares do sul da Itália, explorando improvisações entre o jazz e o teatro. No palco, estarão todos os integrantes da companhia italiana: Valerio Apice, Giullia Castellani, Davide Tassi, Marika Gatto, Gian Domenico Ceccarini e Francesco Brozzetti.

A aula-espetáculo é uma atividade didática voltada para a comunidade artística local, especificamente para os alunos dos cursos de Teatro e de Dança. Ela terá carga horária de 1 hora e 30 minutos e será ministrada pelo diretor-artístico da companhia italiana, Valerio Apice, juntamente com os atores e músicos do Teatro Laboratorio Isola di Confine.

 Abertura e programação – No dia 16 (quarta-feira), a Cia. de Intérpretes Independentes apresentará uma exposição composta de fotografias e textos sobre a realização da primeira fase do projeto na noite de abertura, que será realizada a partir das 19h, no Espaço das Cias. (rua Dona Libânia, nº 300, Centro, zona sul), onde também serão encenados os espetáculos e onde serão realizados as oficinas e debates.

 Em seguida, o diretor-artístico do Teatro Laboratorio Isola di Confine, Valerio Apice, apresentará uma intervenção de cerca de três minutos com o personagem Pulcinella. Após a solenidade de abertura do evento, será oferecido um coquetel para o público, convidados e jornalistas. 

No dia 17 (quinta-feira), às 13h30, acontecerá a aula-espetáculo “As Técnicas da Comunidade”. Nos dias 18 (sexta-feira) e 19 (sábado), às 20h, será apresentado o espetáculo “Don Giovanni in Soffitta”. No dia 20 (domingo), às 19h, a companhia italiana apresentará o concerto-espetáculo “Ritmo da Máscara”. 

Nos dias 21 (segunda-feira) e 22 (terça-feira), acontecerá a oficina “Entre Don Giovanni e a Commedia Dell’Arte”, que será ministrada pelo diretor-artístico do Teatro Laboratorio Isola di Confine, Valerio Apice.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Agenda Cultural