‘Casa de Sananga’ terá apresentação on-line neste sábado no Pitiú Textual

Por Portal do Holanda

15/04/2021 13h26 — em Agenda Cultural

Foto: Divulgação

Manaus/AM - Dialogando com teatro, cinema e performance arte, através do prisma das plataformas digitais e streamings, a performance “Casa de Sananga: A Viagem de Sananga” terá apresentação on-line dentro do “Pitiú Textual das Artes: Jovens Artistas”. A criação do multiartista e produtor independente Felipe Fernandes evoca temas contemporâneos na visão ácida/cômica de um “ser de luz” que viaja pelo cosmos. A exibição é gratuita e acontece neste sábado (17), às 19h30 (horário de Manaus), via plataforma Zoom. A classificação indicativa é de 18 anos.

Roteiro teatral adaptado para performance na tela, num experimento cênico digitalizado, “A Viagem de Sananga” narra a saga da personagem-título, “ser de luz” com “trejeitos divinos” peculiares, que viaja pelo multiverso coletando observações sobre os planetas para uma confederação galáctica. Ao lado de Aí-Kristal, inteligência artificial humanizada, sua superamiga hiperpolitizada e a-gênero, Sananga se diverte entre aventuras quânticas e casos estranhos, enquanto segue atravessando as galáxias e fazendo observações eventualmente relevantes num sentido universal.

No conto fictício de Sananga, Felipe propõe reflexões ao “brincar" com fatos históricos e dados da contemporaneidade. “Por meio do hibridismo na arte e das possibilidades tecnológicas e suas adaptações, tento provocar, reeditar ou levantar questões a discutir, em termos de reflexões políticas, culturais, religiosas ou filosóficas”, assinala o artista, que “divide” a performance de 35 minutos com Tauat Pixel, como Aí-Kristal.

O multiartista aponta ainda a proposta de unir o espírito da tragicomédia às linguagens artísticas atuais, compondo uma tentativa talvez inepta de “rir das tragédias que nos acolhem calorosamente em braços epidêmicos”. “Uma tola tentativa de (...) conscientizar alguém de qualquer coisa, posta como importante por alguém de qualquer tempo e espaço, e que jamais deveria ter sido esquecida, arquivada na memória do Google, e não mais na nossa”, define.

Quem é

Felipe Fernandes é produtor independente e multiartista, transitando entre dança, teatro, performance e artes visuais. É graduando do curso de Teatro da UEA. Iniciou produção cultural em 2006, na Cia de Teatro Vitória Régia, tendo experiência com o terceiro setor e empregando conceitos da economia criativa e solidária na difusão de produções independentes, festivais e mostras de artes, e projetos socioambientais.

Compartilhou experiências e produziu coletivamente em seminários, cursos e diálogos sobre política cultural em várias cidades pelo país. Desde 2012, amplia seu repertório para projetos audiovisuais, em mostras, espetáculos teatrais e performances, assumindo o hibridismo da arte contemporânea e abraçando as possibilidades tecnológicas e digitais.

Projeto

O “Jovens Artistas” é um projeto on-line com foco em arte, formação e ideias, protagonizado por artistas de Dança, Teatro, Artes Visuais, Literatura e Performance do Amazonas. A iniciativa promovida pelo Pitiú Textual das Artes terá oficinas, bate-papos e performances em torno de temáticas e linguagens do fazer artístico contemporâneo. As atividades virtuais são gratuitas e acontecem de 29 de março a 24 de abril.

A programação completa e outras informações sobre o projeto podem ser obtidas no Pitiú Textual das Artes (medium.com/pitiutextualdasartes) e nos perfis do site no Facebook, Instagram e Twitter.

O “Pitiú Textual das Artes: Jovens Artistas” foi contemplado pelo edital emergencial Prêmio Feliciano Lana – Lei Aldir Blanc e conta com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e do Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Agenda Cultural