Siga o Portal do Holanda

Brasil

“Redemoinhos sugam as pessoas”, diz especialista sobre caso de Domingos Montagner

Publicado

em

Nesta semana que a morte do ator Domingos Montagner chocou o Brasil, o oceanógrafo Gabriel Le Campion alertou sobre alguns cuidados que as pessoas devem ter ao entrar em rios.

Montagner se afogou ao ser levado pela correnteza durante um mergulho no rio São Francisco, em Sergipe.

“É  um rio que vem erodindo rochas, há muito tempo, e isso faz com que buracos apareçam e provoquem correntes muito fortes na parte inferior das águas. Isso pode provocar muito refluxo e puxar uma pessoa”, afirma ele em entrevista ao “G1 Sergipe” sobre a região onde a tragédia aconteceu.

Segundo o especialista, o local fica próximo de uma hidrelétrica o que representa mais perigo. “Não se deve mergulhar próximo a hidrelétrica porque as correntes são mais fortes nessa região. Por causa das turbinas e vários fatores que fazem o local ter fluxo de água muito forte, principalmente na parte inferior do rio”.

 

Gabriel chama atenção ainda para o fato dos banhistas avaliarem a segurança baseado na tranquilidade das águas. “Na parte inferior pode haver correntes muito fortes, e em cima [na superfície] o rio pode tá calmo. Ao entrar na água, é que a pessoa vai perceber que está sendo arrastada. Como a água do rio tem baixa densidade, em relação ao mar, o corpo afunda rápido”.

“O rio às vezes é muito mais perigoso que a praia. Tem que se ter muito cuidado quando se banha no rio por causa destes tipos de correntes, ou redemoinhos que sugam as pessoas. Em alguns locais, o Rio São Francisco é muito fundo, principalmente próximo à represa [de Xingó]”.

10 mil novos servidores vão entrar no governo pela porta dos fundos

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.