Siga o Portal do Holanda

Dois salários

MP investiga secretário de Fazenda do Amazonas por acúmulo de cargos

Publicado

em

Foto: Reprodução

Manaus/AM - O secretário estadual de Fazenda do Amazonas, Alex Del Giglio, é alvo de investigação do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) pelas suspeitas de acumulo de cargos. De acordo com o inquérito civil aberto por determinação do promotor Edílson Martins, Del Giglio acumulou cargo como servidor na Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM) e quando era diretor-presidente da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). 

Segundo a Defesa do Secretário, o fazendário Alex Del Giglio teve seu nome eleito pelo governador do Estado do Amazonas na Assembleia Geral de Acionistas em 22 de dezembro de 2016. O Banco Central do Brasil ratificou a escolha em 07 de março de 2017, com posse efetiva de Alex Del Giglio, no dia 14 do mesmo mês, para responder pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A. (Afeam), empresa pública da administração indireta do Estado do Amazonas.

O acúmulo das remunerações do cargo de servidor efetivo da Sefaz/AM com a função de dirigente da agência foi concedido com base no Parecer Jurídico da Procuradoria Geral do Estado do Amazonas (PGE), que considerou legal, em 2012, o recebimento dos vencimentos a um outro servidor público, que na época detinha cargo de defensor público e exercia função em empresa com autonomia financeira em relação à Fazenda Estadual.

Alex Del Giglio promoverá os devidos esclarecimentos no sentido de tornar transparente suas ações, que foram executadas em consonância com as orientações recebidas na época e balizadas em conformidade com o posicionamento da PGE.

A portaria com a medida do promotor foi publicada nesta quarta-feira (15) no Diário Eletrônico do MP-AM. 

Alex Del Giglio é economista, sendo funcionário de carreira da Sefaz-AM. Entre os anos de 2016 e 2018 foi diretor-presidente da Afeam, chegando a acumular R$ 46 mil de remuneração nos dois cargos. 

Omar é meu amigo ...

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.