Médico é preso suspeito de abusar de 30 pacientes

Por Portal do Holanda

18/01/2019 23h49 — em Policial

Foto: Divulgação

O médico Augusto César Barreto Filho, 74, foi preso e teve o registro profissional cassado nessa sexta-feira (18), após mais 30 mulheres o denunciarem por abuso sexual.

Segundo a polícia, o cardiologista se apresentou espontaneamente na delegacia e negou todas as acusações.

Relatos das vítimas revelam que os abusos aconteciam há  mais de 20 anos no consultório do médico, em Presidente Prudente, e tinham sempre o mesmo modus operandi.

Augusto se aproveitava do momento em que aferir a pressão das pacientes ou ouvir seus batimentos cardíacos para apalpar suas partes íntimas. Conforme a delegada Adriana Pavarina, nesse momento, ele também encostava seu órgão genital nelas.

A primeira denúncia contra Barreto foi apresentada em 2008, mas na época ele não foi condenado. Em julho de 2018, porém, um novo caso surgiu e trouxe à tona várias outras vítimas que entraram em contato com a polícia para registrar denúncias.

O cardiologista deve permanecer preso e se condenado pode pegar mais de 6 anos de prisão por cada caso.