PMDB vai virar governo, diz deputado

Por

11/06/2014 7h40 — em Política

O deputado estadual Marcos Rotta, líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), participou na terça-feira, 10, em Brasília, da convenção nacional do partido, onde quase 60% dos convencionados votaram pela continuidade da chapa da presidente e do vice-presidente do Brasil, Dilma Roussef e Michel Temer.

Além da presidente da república e do vice, estiveram presentes o presidente nacional peemedebista, Valdir Raupp (RO), governadores, vice-governadores e deputados afiliados ao PMDB em todo o Brasil.  

“A presença da presidente Dilma na convenção ratifica o nosso compromisso com o governo. É uma honra para nós, ouvir da presidente os agradecimentos pela parceria do PMDB. Dilma reforçou a informação de que tem um grande carinho e uma dívida com o PMDB pelo apoio prestado e disse ainda, que o governo federal terá sempre uma atenção especial com o Amazonas na liberação de recursos.

Rotta afirmou ainda que em 2018 o PMDB terá candidatura própria á presidência da república

“ Agora, vamos deixar de ‘Ser Governo’ e vamos ‘Ser O Governo”, completou o parlamentar.

Zona Franca no Senado

Ainda nesta terça-feira (10), o  presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB)  fez  a leitura da proposta de emenda á Constituição (PEC) que prorroga a Zona Franca de Manaus por mais 50 anos. Agora segue a tramitação para a Comissão de Constituição Justiça e Cidadania(CCJ) e, em breve, ganhará regime de urgência.

“É uma ótima notícia ao Amazonas e aos amazonenses. É a certeza de que teremos mais 50 anos de incentivos, de geração de emprego e renda e de atrativos para a instalação de novas empresas no Polo Industrial de Manaus. Um modelo que deu certo para o Brasil e , deve ser preservado, porque gera mais de 120 mil empregos”, finalizou Rotta.

Foto: Divulgação/Aleam