Reprodução Record

Marcelo Rezende parece não se incomodar com o que o patrão vai pensar. Isso porque durante o "Cidade Alerta" de ontem o apresentador criticou as instituições religiosas. O fato ocorreu durante a reportagem de uma menina que foi dada como morta, mas acordou antes de ser enterrada.

"Eu não gosto de religião. Para mim, religião é um atraso", declarou o apresentador. O curioso é que Marcelo trabalha na Record, na qual o dono é o pastor Edir Macedo.

O dono da Igreja Universal pareceu não se incomondar com o comentário do jornalista, mas parte do público não gostou da maneira como Marcelo se expressou.

Veja também

NULL


assuntos tv  Entretenimento  

Quer anunciar?

Clique aqui e solicite nosso Mediakit.

Você pode também conferir o certificado de auditoria
clicando no botão abaixo.

Portal do Holanda é auditado pelo IVC