Manaus - O deputado cassado  Sabino Castelo Branco (PTB),  reapareceu no seu programa de televisão Voz da Esperança, nesta  quinta-feira e se comparou  ao "pequeno" Davi - aquele que a história diz que derrotou um   gigante filisteu e pôs o seu exército em fuga - e não perdeu a oportunidade de chamar, embora subliminarmente, o prefeito Amazonino Mendes de corrupto e ladrão.


Segundo disse Sabino, durante 10 anos conviveu com Amazonino, que nesse período tentou ajudá-lo no que pôde e que, se não aceitou continuar ao lado do mesmo e a defendê-lo foi por não concordar com o processo de corrupção promovido por ele (Amazonino), na administração pública municipal.

"Conheço muito bem a vida daquele (referia-se ao prfeito) que fez festa, mandou soltar foguetes e disse que aqui era o inferno e que por ele haveria de passar. Não vou passar por esse inferno, porque tenho Deus a meu lado. Hoje, ele (Amazonino) tem 74 anos, amanhã, quando completar 81, estarei completando 50", desabafou Sabino.

Sabino castelo Branco fez ressoar em alto e bom som de que não estava preocupado com as críticas publicadas nos veículos de comunicação e disse ter consciência de não ter praticado crime algum já que nunca roubou o povo, nunca praticou corrupção e que por isso ninguém iria calar a sua voz.

"Não vou me acorvardar, porque lá na frente vou contar o hino da vitória", promete.
 

NULL


assuntos Amazonas  Amazonas  Amazonino  Davi  Golias  manaus  Sabino  

Quer anunciar?

Clique aqui e solicite nosso Mediakit.

Você pode também conferir o certificado de auditoria
clicando no botão abaixo.

Portal do Holanda é auditado pelo IVC