Siga o Portal do Holanda

Em 2019

Resgate de animais silvestres de cativeiros triplicou no Amazonas

Publicado

em

Foto: Carlos Soares / SSP-AM Foto: Carlos Soares / SSP-AM
Foto: Carlos Soares / SSP-AM

Manaus/AM - O resgate de animais silvestres pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar triplicou em 2019. Ao todo, foram capturados 676 animais silvestres. Durante todo o ano de 2018, a polícia retirou de cativeiros 210 animais silvestres. Por espécie, foram resgatadas 334 aves, 216 répteis e 126 mamíferos.

Tracajás (63), curiós (57) e jacarés (38) estão entre os animais mais resgatados pelo Batalhão. Entre o total de resgatados, cerca de 20 animais são classificados como animais em extinção pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). São eles: peixe-boi da Amazônia, macaco-aranha, macaco-prego e sauim-de-coleira.

Segundo o tenente do Batalhão Ambiental, Natanel Freires, o disque-denúncia e a entrega voluntária foram fatores determinantes para o aumento de 222%. “Em grande parte, o aumento foi devido às denúncias pelo 99842-1553, que é o disque-denúncia do Batalhão Ambiental. E também pelo grande número de entregas espontâneas, por pessoas que tinham animais criados em casa ou em cativeiro, se conscientizaram e fizeram a devolução voluntária”, afirma.

Foto: Carlos Soares/SSP-AM

Entrega voluntária

Além de apreensões em operações e do resgate de animais silvestres em perímetro urbano, o Batalhão também recebe animais provenientes de entrega voluntária. Neste ano, foram 18 entregas até o mês de novembro. Prevista em lei, essa ação isenta o entregador de um processo criminal, caso este esteja em posse, de forma ilícita, de um animal silvestre, como explica o tenente Natanael Freires.

“Na entrega espontânea, que é prevista Lei de Crimes Ambientais e no Decreto Federal n° 6.514, a pessoa que cria o animal em cativeiro, e quer fazer a devolução espontânea, não vai ser penalizada. Será aberta uma ocorrência normal, mas ela não será penalizada porque entregou espontaneamente o animal”, explica.

As solturas são realizadas em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ocorrem após os animais passarem por um período de tratamento e adaptação pelo Centro de Triagem do Ibama.

Bolsonaro lança sombras sobre março

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.