Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Prefeito dá 24 horas para fim da greve de ônibus ou multa Sinetram e Rodoviários

Publicado

em

Foto: Reprodução

Manaus/AM - Após reunião nesta terça-feira(29), e diante do impasse entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram) e o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM), o prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que, em 24 horas, as categorias firmem acordo e ponham fim à paralisação no Sistema de Transporte Coletivo, sob pena de multa a ambas as entidades.

“A Procuradoria Geral do Município vai entrar com uma ação junto à Justiça do Trabalho, para pedir multa rigorosa para ambas as partes. E para terminarmos de vez com esse imbróglio, vamos agir agora contra ambos os sindicatos e será assim daqui em diante”, afirmou o prefeito.

Confira a cobertura completa sobre a Greve de Ônibus em Manaus

 

O Sindicato dos Rodoviários não abre mão de um valor retroativo de R$13 milhões e pedem um reajuste de 7,5%, com possibilidade de rever o valor percentual. Já os empresários, que durante a reunião deixaram a mesa de negociação, oferecem 6,5%.

O advogado dos rodoviários, Orlando Botelho, reafirmou o compromisso e explicou o que está sendo reivindicado junto ao Sinetram. “A vontade de entrar em um acordo, por parte dos trabalhadores, existe há mais de 60 dias e, hoje, por meio da boa vontade da prefeitura, que vem ajudando, tentamos fazer a resolução dessa questão salarial”, disse Orlando

O que Bolsonaro vem fazer em Manaus

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.