Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Plano de ação contra o sarampo ganha reforço no Amazonas

Publicado

em

Manaus/AM - Um plano coordenado entre as Secretarias de Saúde do Estado (Susam) e do Município (Semsa), com apoio do Ministério da Saúde (MS) e Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), começou a ser colocado em ação esta semana. O objetivo é intensificar as ações para conter o surto de sarampo em Manaus e evitar o aumento de casos nos municípios do interior com registro da doença. O Amazonas tem 1.441 casos notificados de sarampo e 263 confirmados.

Uma  missão de apoio, composta por dois representantes do MS e um da Opas, reuniu-se no fim da tarde desta quarta-feira (20) com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, na sede da Susam, ocasião em que a parceria foi oficializada em termos de Estado. Desde a última terça-feira (19), a missão está reunida com técnicos da vigilância e assistência básica em saúde do Estado e da Prefeitura de Manaus, trabalhando novas estratégias de atuação.

O coordenador do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis do MS, André Luiz de Abreu, afirmou que a missão da equipe que está em Manaus é somar com as ações que já estão sendo realizadas pelo Estado e municípios. “Até o momento, as ações locais têm sido positivas e agora precisamos avançar para uma outra fase, que é otimizar a forma de trabalho, o fluxo de informação e a interação entre a área de  vigilância, a área de assistência e a cooperação internacional, para que a gente possa conter esse surto, num menor espaço de tempo possível”.

Segundo ele, o grande desafio continua sendo melhorar a cobertura vacinal, que no Brasil está abaixo do recomendado, que é 95%. O Amazonas segue próximo à média nacional, com 79,4%. “A baixa cobertura é uma preocupação nacional. Mais do que nunca, precisamos aumentar a cobertura vacinal para interromper o ciclo de transmissão.”, completou.

De acordo com a 13ª edição do Boletim Epidemiológico da Sala  de Resposta Rápida para Surto de Sarampo do Amazonas, divulgada nesta quinta-feira (21) pela FVS, foram notificados, até o momento, 1.756 casos da doença no Estado. A capital, Manaus, tem 1.441 casos notificados; Manacapuru tem 256; Rio Preto da Eva tem 10; Parintins tem 8; Iranduba tem 7 e Humaitá tem 6 casos. Foram confirmados 263 casos em Manaus e descartados 125. Outros 1.368 casos suspeitos seguem em investigação no Estado.

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Greve dos Rodoviários em Manaus

Amazonas

Copyright © 2006-2018 Portal do Holanda.