Siga o Portal do Holanda

Trânsito ficou caótico

Paralisação prejudica 200 mil pessoas e rodoviários serão acionados na Justiça

Publicado

em

Foto: Pedro Braga Jr./Portal do Holanda

Manaus/AM - 200 mil usuários do transporte coletivo foram prejudicados com a paralisação ocorrida, nesta quarta-feira(28), no Centro de Manaus. A categoria impediu a saída dos ônibus que passam pelo Terminal 1 por duas horas deixando o trânsito congestionado.

De acordo com o Sinetram, a paralisação começou por volta de 10h30 e terminou às 12h30. Cerca de 100 linhas, operadas por 700 ônibus que passam pelo T1 e ruas do entorno, ficaram paradas. No mesmo período, os rodoviários também paralisaram o T2 e um terminal de linha da empresa Líder Transportes, localizada no Parque das Nações, zona Centro-Sul. 

 

Tanto o Sinetram como a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) não foram notificadas, com antecedência, da paralisação e desconhecem o motivo. O Sindicato das Empresas informou que vai acionar a Justiça do Trabalho sobre o movimento ilegal. Já Prefeitura por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM) vai avaliar o dano coletivo que a paralisação causou a população e deve entrar com medida indenizatória contra os rodoviários.

O prefeito Arthur Neto lamentou que a categoria não busque o diálogo para resolver suas questões trabalhistas e apela para o bom senso dos trabalhadores, porque a população não pode ser penalizada. “O Tribunal trabalhista adia uma audiência que discutira a questão salarial dos rodoviários, por isso essa baderna na cidade? Isso é uma irresponsabilidade e eles (trabalhadores) não têm esse direito. A decisão da Corte precisa ser respeitada e é preciso pensarmos em todas as responsabilizações criminais e cíveis, com muito rigor, para evitar que esse clima de desordem tome conta da cidade”, afirmou.

A Amazônia está queimando e Bolsonaro é em grande parte responsável

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.