Siga o Portal do Holanda

10 prefeitos foram convidados em todo o mundo

Na ONU, Arthur Neto é aplaudido ao rejeitar garimpo na Amazônia

Publicado

em

Foto: Alex Pazuello/Semcom

O prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, foi aplaudido em debate com a cúpula do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU) após se mostrar contra o garimpo e desmatamento na Amazônia. O evento da ONU começou neste sábado (21) em Nova York e segue até segunda-feira (23), quando se encerra com a participação de líderes mundiais.

“Os governantes do mundo precisam ter o controle desse processo [de mudanças climáticas] com lucidez, ou então, ao final deste século, o planeta perderá suas melhores condições de habitabilidade”, afirmou o prefeito referindo-se ao Acordo de Paris, que pretende manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C.

Ao encerrar seu discurso, o prefeito foi aplaudido em plenária após mostrar seu posicionamento sobre a exploração da floresta: “Garimpo na Amazônia, não! Nossa meta é desmatamento zero”, afirmou o prefeito, que compõe um grupo de cerca de dez prefeitos de todo o mundo que foram convidados para o evento.

Arthur ressaltou que as recentes queimadas na Amazônia chamaram atenção do mundo, mas segundo ele, outros fatores comprometem a qualidade socioambiental da região, como o garimpo e a extração ilegal [de recursos minerais]”.

Propostas

Ainda em sua fala, o prefeito de Manaus pontuou as principais propostas do Pacto das Cidades Amazônicas, entre elas, a sugestão à ONU pelo reconhecimento do Dia Internacional da Amazônia, a ser celebrado anualmente em 5 de setembro.

O Pacto das Cidades Amazônicas, apresentado por Arthur na Cúpula do Clima da ONU, foi criado no 1º Fórum de Cidades Amazônicas, realizado no início deste mês pela Prefeitura de Manaus, em parceria com a Fundação Konrad Adenauer e o ICLEI.

Cúpula do Clima

A Cúpula do Clima da Organização das Nações Unidas deve reunir este ano, pelo menos, 60 países para discutir ações para reduzir os impactos das mudanças climáticas. O evento antecede a 25ª edição da Conferência Mundial do Clima – COP 25, que será realizada em dezembro, no Chile.

Pela primeira vez, a Cúpula do Clima foi aberta, neste sábado, 21, por jovens ativistas e empreendedores. A programação segue até a segunda-feira, quando chefes de estado e representantes de governos devem apresentar a proposta para frear o aquecimento global.

 

Um caso de bullying no colégio Laviniense

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.