Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Em quatro meses, Manaus tem 45 mortes por síndromes respiratórias e 500 casos notificados

Publicado

em

Foto: Reprodução / Pixabay Foto: Reprodução / Pixabay
Foto: Reprodução / Pixabay

Globo repete Bolsonaro e enterra jornalismo


Manaus/AM - A FVS divulgou, nesta quinta-feira (02), mais uma edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Amazonas, que corresponde à análise de notificação de novembro de 2019 até o dia 2 de abril de 2020.

Segundo o boletim, foram notificados, até o momento, 500 casos de síndromes respiratórias severas que têm levado à internação e também à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais da rede pública e privada. Destes, foram internados 73 casos por vírus respiratórios, sendo identificados 24 casos provocados por adenovírus, 16 casos de influenza B, 13 para Vírus Sincicial Respiratório (VRS), 10 para metapneumovírus, seis para influenza A (H1N1) e quatro para parainfluenza 1.

A FVS informa que no total foram registrados, a partir de novembro, 45 óbitos por SRAG. Desses, dez foram por vírus respiratórios e 35 por outras síndromes respiratórias. Dos dez óbitos todos são residentes de Manaus, cinco adenovírus, três por influenza B, um por Vírus Sincicial Respiratório (VRS) e 1 por metapnemovírus.

Ainda em relação aos óbitos, 80% apresentam pelo menos um fator de risco respiratório, com 66% respectivamente em pacientes idosos, cardiovasculares ou com diabetes, 50% pneumopatas e 16% em crianças de 1 a 4 anos.




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.