Siga o Portal do Holanda

Saúde

Em Manaus, paciente da FCecon usa tecnologia para se comunicar

Publicado

em

Manaus/AM - Um paciente da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), conta com uma nova ferramenta para interagir com médicos, enfermeiros e familiares. A empresa MAP Technology está testando o uso de uma tecnologia assistiva para permitir que o paciente se comunique, navegue pela internet, estude e mantenha a vida ativa.

A tecnologia assistiva que está sendo testada utiliza sensores de câmera de alta precisão – identificam o posicionamento e o movimento da íris dos olhos – ligados a um notebook. Assim, com o movimento dos olhos, em um teclado virtual, o paciente consegue escrever o que deseja e/ou o que está sentindo. Os testes iniciaram no mês de novembro em um engenheiro diagnosticado com um tumor cerebral.

De acordo com o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, o paciente passou por cirurgia, mas ficou com sequelas que o impedem de movimentar membros e de falar. Mourão frisou que o projeto é pioneiro na Fundação em relação ao uso de tecnologias assistivas para o benefício do paciente.  

“Trata-se de uma prática de humanização, social e assistencial em que o professor Manuel Cardoso – diretor executivo da MAP – foi sensível ao visualizar nosso paciente e inseri-lo em suas pesquisas. A parceria com a empresa também demonstra o avanço institucional na área de ensino e pesquisa”, disse Mourão. 

Parcerias – Conforme a diretora de Ensino e Pesquisa (DEP/FCecon), Kátia Torres, o objetivo do projeto é permitir a interação do paciente internado na UTI, e o próximo passo é buscar parceiros que financiem a utilização da tecnologia em todos os leitos.  

“Entregamos um dossiê ao Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento da Amazônia (Capda), da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). A intenção é obtermos o credenciamento para buscar recursos no Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) gerado pelas empresas do Distrito Industrial”, salientou Torres.

Foto: Luís Mansueto/FCecon

Insegurança sem fim. O que Moro está fazendo?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.