Siga o Portal do Holanda

Prevenção

Com 12 mil suicídios no Brasil, tema é abordado em Manaus

Publicado

em

Os altos índices de suicídio e de transtornos mentais têm motivado uma conversa mais ampla sobre saúde mental. Na terça-feira (10/09), Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, o governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), marcou a data com uma roda de conversa sobre esses temas. O encontro ocorreu no Vila Vagalume, localizado no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus.

A psicóloga e gerente de Atendimento à Criança e ao Adolescente, Samantha de Marilac, participou do encontro. Ela falou dos números de suicídio no Brasil e no mundo, e destacou a importância do diálogo e do tratamento psicológico como prevenção.

“[No mundo] 800 mil pessoas morreram ano passado por conta do suicídio. No Brasil, 12 mil pessoas tiraram a vida em 2018. São vários fatores que contribuem para isso”, afirmou a psicóloga, que citou transtornos mentais, bullying e as pressões das redes sociais como alguns dos fatores que podem apresentar gatilhos para pessoas que tiram a própria vida.

“A gente precisa estar feliz e, além de se exigir felicidade, a gente tem que postar na internet. Tem gente que fica viciado, depende disso. E quando um adolescente, que está em formação, não consegue entender que isso não é real, a situação fica complicada”, sintetizou.

O evento faz parte de um projeto quinzenal realizado no Vila Vagalume, o Filochoppando, que promove conversas sobre temas da atualidade e que, desta vez, contou com a parceria da Sejusc.

Programação

O Setembro Amarelo continua com outras ações ao longo do mês. Nesta quinta (12/09), as atividades serão realizadas para refugiados venezuelanos indígenas e não indígenas alocados nos abrigos da capital. O tema abordado será “Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio”, nos abrigos dos bairros Alfredo Nascimento e Coroado.

Já no dia 18 de setembro, a Sejusc participará da campanha “Abraço em Defesa da Vida”, da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM). Na ocasião, será realizada uma mobilização com material informativo no Largo de São Sebastião, Centro, às 17h. Durante a mobilização no Largo de São Sebastião, o Teatro Amazonas será iluminado em tom amarelo, alertando para a necessidade de a sociedade abraçar a causa.

O público LGBT também contará com uma roda de conversa sobre o tema no dia 23, a partir das 9h, no auditório da Sejusc, localizado na rua Bento Maciel, 2, Adrianópolis. A programação completa será divulgada no site da Sejusc.

Foto: Divulgação/Sejusc

Agenda oculta de Bolsonaro: acabar com a Zona Franca de Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.