Siga o Portal do Holanda

Educação

Manaus terá ação de Conservação do Livro e Material Didático

Publicado

em

Foto: Cleomir Santos Foto: Cleomir Santos
Foto: Cleomir Santos

CPI rastreia R$ 250 milhões destinados ao combate a Covid 19 no Amazonas


Durante todo este mês, as unidades escolares da Prefeitura de Manaus, que atendem alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, realizarão uma série de ações para sensibilizar os alunos sobre o cuidado com os livros didáticos que serão utilizados no período de 2020 a 2023. A mobilização faz parte da “Semana Municipal de Conservação do Livro e Material Didático”, coordenada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e estabelecida pela Lei Municipal nº 1.540, de 27 de dezembro de 2010, bem como pela Resolução nº 42 de 28 de outubro de 2012 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“A campanha de conservação de livro didático será realizada por meio de palestras e encapamento de livros até o dia a 27 de março e visa conscientizar os alunos para que façam uso dos livros, mantendo-os  em boas condições de uso para que outros alunos possam reutilizá-los no próximo ano”, explicou a coordenadora do Programa Nacional do Livro Didático da Semed, Welciane Jacintho.

A ação também se enquadra na política de austeridade adotada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que tem como objetivo reduzir o desperdício do dinheiro público, minimizar gastos e otimizar os investimentos.

Uma das unidades que promove a sensibilização é a escola municipal Fábio Lucena, localizada no bairro Nova Esperança, zona Oeste, que conta com a participação de aproximadamente 700 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, com faixa etária entre 11 e 16 anos. A mobilização é feita nas salas de aulas e na biblioteca, por meio de reuniões com pais e responsáveis, além de oficinas de encapamento de livros.

“Esses livros serão reutilizados até 2023 por outras crianças, então é importante que o aluno tenha a consciência que não deve perder ou extraviar seu livro, porque se ele não tiver essa consciência, isso vai acarretar em um prejuízo pedagógico, porque os alunos dos demais anos serão prejudicados, por isso a importância da conscientização”, disse. 

Milena Nobre, do 6º ano, é a prova de que a campanha incentiva mudanças nos alunos. “A gente deve cuidar do livro e não riscá-lo. E devemos mantê-lo conservado para aumentar a sua vida útil”, disse a estudante.  




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.